Nova licitação da Petrobras para sondas de perfuração pode ter até 70% de conteúdo local, o que pode beneficiar a construção naval brasileira

Kelly
por
-
12-08-2020 14:51:29
em Petróleo, Óleo e Gás
Nova licitação da Petrobras para sondas de perfuração pode ter até 70% de conteúdo local, o que pode beneficiar a construção naval brasileira Sondas de perfuração offshore/ Imagem: Divulgação

A entrega das propostas para afretamento das sondas de perfuração está prevista para se iniciar em fevereiro de 2021 e a Petrobras pede ao menos 70% de conteúdo local para a prestação de serviços

Depois da estatal qualificar quatro empresas para a segunda fase da licitação de sondas para o campo de Mero, a Petrobras abriu ontem (11/08) um novo processo de licitação para aquisição de até duas sondas de perfuração em um contrato de afretamento de três anos, que pode trazer benefícios com atributos do conteúdo local na prestação de serviços e até mesmo agitar a indústria da construção naval do país.

Leia também

Além do afretamento das sondas de perfuração, que devem ser específicas para operação em lâmina d’água de até 2.400 metros, está previsto também a prestação de serviços de operação nas unidades no offshore brasileiro, se refletindo nas o conteúdo local.

A entrega das propostas está prevista para se iniciar no dia 27 de fevereiro de 2021 e estima-se que a abertura dos envelopes ocorra no dia 19 de março do mesmo ano, segundo as informações contidas no edital, disponível no site da Petronect, iniciativa criada pela Petrobras para prover serviços de comércio eletrônico relacionados à aquisição de bens e serviços.

A Petrobras requisita pelo menos 70% de conteúdo local para o contrato de prestação de serviços na disputa das sondas de perfuração

Ao que se sabe, não existe exigência de conteúdo local para o contrato de afretamento das sondas de perfuração em si, porém a Petrobras estima que seja destinado, no mínimo, um valor de 70% de conteúdo local para o contrato de prestação de serviços, firmando um compromisso mínimo de 25% na combinação dos acordos.

A previsão de início de serviços com as sondas de perfuração é para o quarto trimestre de 2021. As unidades serão usadas pela Petrobras em blocos sob Contratos de Concessão, Cessão Onerosa ou Contratos de Partilha de Produção e o processo de licitação será disputado privadamente.

Construção naval: FPSO afretado pela Petrobras que está sendo construído para operações no Campo de Búzios contará com empréstimo de banco japonês

O Banco Japonês para Cooperação Internacional (JBIC) celebrou um acordo para fornecer um empréstimo de projeto de um navio de produção flutuante, armazenamento e descarregamento (FPSO) de propriedade conjunta das empresas compatriotas MODEC, Mitsui & Co, Mitsui O.S.K. Lines (MOL) and Marubeni Corporation, que será afretado à Petrobras para operações no campo de Búzios sob um contrato de 21 anos. Leia mais aqui.

Tags:
Kelly
Engenheira de Petróleo especialista em Eficiência Energética e pós-graduada em Engenharia Civil; Possui experiência em atividades na indústria petrolífera onshore. Entre em contato para sugestões de pauta, postar vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe