Eneva está na fase final na decisão de compra do Polo Urucu, da Petrobras

Valdemar Medeiros
por
-
14-11-2020 10:35:28
em Petróleo, Óleo e Gás
Eneva - Petrobras - Polo Urucu Polo Urucu – AM

A Eneva deve decidir nas próximas semanas se vai apresentar uma oferta no processo de venda do Polo Urucu, da Petrobras

De acordo com Habibe em relação a Eneva, as empresas interessadas no Polo Urucu da Petrobras já estão em conversas com a Engie, operadora da Transportadora Associada de Gás (TAG) sobre eventual expansão do mercado de dutos para atender ao ativo. “Esse investimento será da TAG, que vai cobrar uma tarifa a ser negociada com o detentor da molécula de gás Petrobras”, acrescentou Habibe.

Leia também

Sobre o Polo Urucu da Petrobras

O Polo Urucu compreende sete concessões de produção (Araracanga, Arara Azul, Carapanaúba, Cupiúba, Leste do Urucu, Rio Urucu, Sudoeste Urucu), todas localizadas no estado do Amazonas, nos municípios de Tefé e Coari, ocupando uma área de aproximadamente 350 km2.

No primeiro semestre de 2020, a produção média do Polo foi de 103 mil boed, sendo 16,2 mil bpd de óleo e condensado, 13,8 milhões de m³/d de gás e 1,11 mil ton/dia de GLP.

Além das concessões e suas instalações de produção, estão incluídos na transação as unidades de processamento da produção de petróleo e gás natural e instalações logísticas de suporte à produção.

Presidente da Eneva afirma que adquirir o polo Urucu faz parte da estratégia de crescimento da sua empresa

O presidente da Eneva, Pedro Zinner, afirmou que o Polo Urucu está alinhado à estratégia de crescimento da companhia. “É um ativo grande, mesmo quando comparado com o portfólio da Petrobras. Temos a capacidade de operá-lo. A nossa grande vantagem competitiva é que a gente tem acesso á molécula de gás a um preço competitivo”, disse Zinner.

Atualmente, a Eneva conduz seu primeiro projeto na região Norte, o desenvolvimento do Campo de Azulão, no Amazonas, também arrematado no processo de desinvestimentos da Petrobras. O campo vai fornecer gás para a usina termelétrica (UTE) Jaguatirica II, de 132,3 megawatts (MW) de capacidade instalada, em construção em Boa Vista, Roraima. A companhia mantém a projeção de início da operação integrada para outubro de 2021.

Sobre a Eneva

A Eneva é uma empresa integrada de energia, com negócios complementares em geração de energia elétrica e exploração & produção de hidrocarbonetos no Brasil.

Atualmente, possui um parque de geração térmica de 2,2 GW, que representa 9% da capacidade de geração térmica do país. A capacidade total instalada atingirá 2,8 GW até 2024, com a entrada em operação de 3 novas usinas.

Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.
fwefwefwefwefwe