Yamaha revela detalhes finais da sua próxima scooter elétrica de alta potência

Fábio Lucas
por
-
05-05-2021 18:29:38
em Energia Renovável
Yamaha scoter elétrica Foto: YAMAHA

Yamaha se prepara para dar início à fabricação da sua nova scooter elétrica; potência deve ser o diferencial

Muitas empresas conceituadas estão vendo aumentar a concorrência por veículos elétricos com startups jovens, que possuem apenas alguns anos de mercado. Hoje, a Yamaha está investindo em motos elétricas para tentar não perder espaço no mercado para as startups de energia renovável. A nova aposta da empresa é a scooter elétrica Yamaha E01

O projeto não é novo. A empresa japonesa deu os primeiros detalhes sobre a scooter elétrica em 2019, no salão de Tóquio. A scooter elétrica Yamaha E01 é bem diferente dos primeiros modelos já lançados pela Yamaha. A principal mudança é a potência bem superior. A scooter deverá ter uma potência de 125 cc, já bem acima das concorrentes que estão no mercado. 

Em 2019, as primeiras imagens do conceito da scooter elétrica da Yamaha pareciam bem distantes da realidade, até um pouco futurista. Todavia, as coisas mudaram. A empresa parece que está se adequando à realidade, mostrando um protótipo que pode ser fabricado em grande escala para os mais diversos mercados

Algumas características da Yamaha E01  

  • Para-lama coberto e para-lama traseiro com uma ponta 
  • Espelhos pequenos 
  • Banco que parece flutuar

A Yamaha faz parte de um consórcio que conta também com Piaggio, KTM e Honda. A ideia do grupo é padronizar a fabricação de baterias para serem usadas em qualquer moto elétrica destas empresas sem muitas dificuldades. O entendimento é que o mercado ganha com facilidade e praticidade aos seus clientes. 

Bateria centralizada da scooter elétrica

A bateria da Yamaha E01 ficará no espaço central, basicamente no lugar do motor a combustão. O mesmo conceito é usado na BMW C evolution: a bateria fica no meio das pernas do piloto, porém esta não foi projetada para ser removida. 

Os movimentos da Yamaha no Japão mostram que a empresa está cada vez mais próxima de começar a produção em massa. Um design muito mais amigável, aliado à busca por patentes da empresa no Japão, indicam que o plano está prestes a sair do papel.  

Tags:
Fábio Lucas
Jornalista brasileiro, amo esportes, notícias e política. Já contribui em diversos outros portais relacionados a esportes, economia e informações regionais.