Portos públicos movimentaram 447,1 milhões de toneladas de cargas em 2020, segundo Ministério da Infraestrutura

Roberta Souza
por
-
01-02-2021 15:15:12
em Indústria Naval, Portos e Estaleiros
Infraestrutura, portos

Mesmo com a pandemia do Covid-19, os portos públicos bateram recorde e cresceram 5,68%, segundo Ministério da Infraestrutura

Dados divulgados no último dia 29 (sexta-feira), o Ministério da Infraestrutura mostrou que em comparação com o mesmo período de 2019, o volume de cargas movimentadas dos portos públicos brasileiros em 2020 aumentou 5,68%. No ano passado, foram movimentadas 447,1 milhões de toneladas de cargas, ante 423 milhões de toneladas em 2019.

ANÚNCIO

Confira também outras notícias:

Tarcísio Gomes de Freitas, ministro da Infraestrutura, disse que “Em um ano desafiador para todos nós, o setor portuário mostrou maturidade para enfrentar os percalços, mantendo integralmente o atendimento às cadeias logísticas que demandam os portos. Fruto da gestão profissional de nossos portos, da competência de nossos operadores e do compromisso dos profissionais que formam esse importante setor da logística”.

Porto de Santos:

O Porto de Santos é o maior complexo portuário do hemisfério sul e seu volume de movimentação de cargas aumentou, chegando ao final de 2020 em 9,3% em relação a 2019. Nesse período, o volume de movimentação de cargas foi de 146,5 milhões de toneladas.

Além do recorde de carregamentos totais, os 11 primeiros meses de 2020 também alcançaram recordes históricos de alguns carregamentos nesse período. O volume de granéis sólidos foi de 70,5 milhões de toneladas, um aumento de 14,9% em relação ao mesmo período do ano anterior, enquanto o volume de granéis líquidos também aumentou 10,7%, chegando a 17,2 milhões de toneladas.

Companhia Docas do Rio de Janeiro:

O volume de carga da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ) aumentou 8,6%, passando de 50,4 milhões de toneladas para 54,7 milhões de toneladas. O faturamento dos portos de Itaguaí, Rio de Janeiro, Niterói e Angra dos Reis aumentou 21%, para um total de 630 milhões de reais, o maior aumento da última década.


⇒ Participe dos nossos grupos do Telegram e fique atento a todas as notícias do mercado de energia, empregos, projetos e outros assuntos microeconômicos do Brasil. Nossas informações sempre são direto das fontes e atualizadas. Acesse o Nosso Telegram aqui.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos