Sumitomo fecha parceria com a Yinson e adere projeto FPSO Marlim 2, na Bacia de Campos

Flavia Marinho
por
-
30-04-2020 15:10:17
em Petróleo, Óleo e Gás
Sumitomo fecha parceria com a Yinson e adere projeto FPSO Marlim 2, na Bacia de Campos Sumitomo fecha parceria com a Yinson e adere projeto FPSO Marlim 2, na Bacia de Campos

O grupo japonês Sumitomo está firmando uma parceria com a Yinson para aquisição de 25 por cento do FPSO Marlim 2, do projeto de revitalização do campos da Petrobras na Bacia de Campos, no Rio de Janeiro. Outra boa notícia! O licenciamento de até 17 poços de petróleo avançam pela ExxonMobil, nas bacias de Campos e Santos

Leia também

A Yinson é proprietária do restante da participação. Os parceiros planejam afretar o FPSO por 25 anos com o  primeiro óleo previsto para 2023.

A  conclusão dos trabalhos de conversão do navio será em Qidong, na China.

O navio será instalado no campo de petróleo de Marlim, na bacia de Campos, a cerca de 130 km da costa do Rio de Janeiro.

O FPSO terá capacidade para processar cerca de 70.000 b/d de petróleo bruto e 4mn m³/d de gás natural.

O acordo de Marlim dá continuidade à parceria das empresas no FPSO e nos empreendimentos de armazenagem e descarga de navios flutuantes acordados em abril de 2018.

Sumitomo e Yinson têm trabalhado juntos na empresa italiana Eni’s Offshore Cape Three Points block no Gana desde junho de 2017.

Dívida bruta da Petrobras para 2020 é de 87 bilhões de dólares

Devido os impactos decorrentes do novo coronavírus e do choque de preços do petróleo, a Petrobras informou ontem 28 de abril, concluir 2020 com dívida bruta de 87 bilhões de dólares, mesmo patamar de fechamento de 201

A meta traçada pelo Conselho de Administração da Petrobras aprovou a revisão da métrica de topo de endividamento constante no Plano Estratégico 2020-2024, substituindo o indicador de dívida líquida/ EBITDA pelo indicador de dívida bruta.

Cabe destacar que a companhia continua perseguindo a redução da dívida bruta para US$ 60 bilhões. Este montante está em linha com a nova política de dividendos já anunciada, que prevê aumento da remuneração aos acionistas quando a dívida bruta alcançar esse patamar ou for inferior.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe