Petrobras encerra sociedade com a Sete Brasil por apenas 7 euros

Flavia Marinho
por
-
01-01-2021 09:40:17
em Petróleo, Óleo e Gás
petrobras - sete brasil - euros

Após a alienação realizada em 30 de dezembro, a Petrobras não detém mais participação societária, direta ou indireta, nas empresas do Grupo Sete Brasil.


A Petrobras, informou em fato relevante na última quarta-feira (30/12), que sua subsidiária holandesa Petrobras Netherlands B.V. encerrou sua participação societária no Grupo Sete Brasil. Procurando emprego? 230 profissionais convocados nesta tarde (30/12) para vagas de emprego offshore e onshore; início 3 de março de 2021

Leia também

De acordo com o comunicado da estatal ao mercado, sua subsidiária holandesa Petrobras Netherlands, transferiu, para empresas do Grupo Sete Brasil, pelo valor total simbólico de 7 euros, a participação societária.

A Petrobras Netherlands detinha 15 % em cada uma das sociedades de propósito específico holandesas controladas pelo próprio Grupo da Sete Brasil, são estes: Arpoador Drilling B.V., Marambaia Drilling B.V., Grumari Drilling B.V., Copacabana Drilling B.V., Leme Drilling B.V., Leblon Drilling B.V. e Ipanema Drilling B.V.

Com a alienação realizada no dia 30 de dezembro, a Petrobras não detém mais participação societária, direta ou indireta, nas empresas do Grupo Sete Brasil.

“A Petrobras reitera que a eficácia do acordo com a Sete Brasil continua subordinada ao cumprimento de condições suspensivas a serem implementadas até 31 de janeiro de 2021, conforme comunicado divulgado em 12/11/2020” diz a Petrobras no comunicado

Petrobras paga R$ 190 milhões sobre acordo em arbitragem da Sete Brasil.

A Petrobras anunciou em fato relevante ontem à noite (17/12) que vai pagar R$ 190 mi ao fundo Previ, do Banco do Brasil, para finalizar litígio arbitral sobre as perdas relacionadas à Sete Brasil.

O valor está refletido nas demonstrações financeiras da companhia referentes ao 3ºtrimestre de 2020”, diz a estatal. “A companhia permanece em defesa de seus interesses nos processos em curso”, conclui.

A estatal pagou R$ 190 milhões para a Previ. Segundo a petroleira, o acordo extingue o litígio sem reconhecimento de culpa ou responsabilidade por ambas as partes e seus termos e o processo arbitral são protegidos por confidencialidade”, acrescenta o comunicado.

Em agosto, a Petrobras desembolsou R$ 950 milhões à Fundação Petrobras de Seguridade Social (Petros), referente ao montante integral do acordo celebrado com a recebedora, sobre o litígio arbitral relacionado ao investimento na Sete Brasil.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.