Montadora japonesa Nissan passa a comercializar apenas carros elétricos e híbridos na China até 2025

Valdemar Medeiros
por
-
06-11-2020 11:44:13
em Logística e Transporte
Carros elétricos- Nissan - China Carro elétrico da Nissan

A líder de mercado Nissan planeja trocar todos os veículos vendidos na China por carros elétricos ou híbridos até 2025

A Nissan Motor Corporation pretende mudar todos os seus veículos vendidos na China para carros elétricos ou híbridos até 2025, enquanto a montadora japonesa tenta acompanhar o impulso de Pequim por automóveis com pegadas de carbono menores.

Leia também

Nissan está pronta para a modernização

A Nissan está preparada para lançar nove modelos na China até 2025, que serão totalmente elétricos ou híbridos, começando com o lançamento de um modelo equipado com seu sistema híbrido ‘e-Power’ na China no próximo ano.

A Nissan também deve lançar seu modelo de carro elétrico Ariya no próximo ano. Além disso, nos próximos três anos, espera-se que o número de modelos de carros elétricos e-Power seja aumentado para cinco ou seis, incluindo seu sedã Sylphy. O governo chinês teria reclassificado os carros elétricos e híbridos como veículos com baixo consumo de combustível, o que torna mais fácil para as montadoras cumprirem as cotas de produção.

Como parte de seu esforço para tornar todos os veículos novos lançados em 2035 ecologicamente corretos, espera-se que metade dos automóveis sejam veículos com emissão zero e a outra metade sejam veículos híbridos a gasolina-elétricos.

Montadora Japonesa planeja aumentar as suas vendas de carros elétricos nos próximos anos

A Nissan planeja aumentar a proporção de vendas de veículos elétricos na China de 2% no ano fiscal de 2018 para 23% até 2023, mas a empresa afirma que pode aumentar a meta ainda mais, pois revisa a estratégia de vendas nos próximos cinco anos.

Provavelmente, levará cerca de 10 anos para que os carros elétricos sejam tão lucrativos quanto os veículos movidos a gasolina, devido aos altos custos das baterias, de acordo com o relatório Nikkei.

Como a expansão de veículos mais limpos é inevitável para sustentar o crescimento na China, Pequim espera atingir a meta política promovendo híbridos, que também têm melhores margens de lucro.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.