Líder norte-americana de e-commerce Amazon compra 1.000 caminhões “dirigidos por robôs” para agilizar entregas

Valdemar Medeiros
por
-
23-06-2021 10:43:23
em Logística e Transporte
Amazon - e-commerce - caminhões -robôs Amazon compra mil caminhões “dirigidos por robôs” para agilizar entregas – créditos: Yahoo

Para agilizar as suas entregas, a Amazon, líder mundial de E-commerce, adquiriu cerca de mil caminhões dirigidos por robôs, ou melhor dizendo – autônomos

A Amazon, líder de e-commerce, concordou em comprar 1.000 caminhões “dirigidos por robôs” para agilizar entregas. A startup de caminhões autônoma Plus faz softwares baseado em IA para caminhões e também chegou a um acordo com a Amazon para oferecer à gigante do comércio eletrônico a oportunidade de comprar ações.

Leia também

Amazon caminha mais rápido na liderança mundial do comercio eletrônico – e-commerce

Caminhão autônomo em teste

Como parte do acordo, a Amazon tem a opção de comprar até 420.702.410 ações preferenciais da Plus por cerca de US$ 0,47 cada, o que representaria uma participação de 20% da empresa mundial de e-commerce.

Se a Amazon comprasse o máximo de ações disponíveis oferecidas, isso representaria um investimento de quase US$ 200 milhões. Um porta-voz da Amazon se recusou a comentar sobre o relatório da Bloomberg. Um porta-voz do Plus também se recusou a comentar.

Além disso, com sede na Califórnia, é uma das muitas empresas que está trabalhando para criar sistemas sem drivers. A parceria com a líder do e-commerce Amazon pode eventualmente ajudar a multinacional a eliminar a necessidade de motoristas humanos. Este é apenas o exemplo mais recente da gigante do varejo explorando como poderia ser um futuro que não depende de motoristas de entrega humana. No ano passado, a Amazon concordou em comprar o Zoox, um táxi autônomo por mais de US$ 1 bilhão. O robotaxi autônomo da Amazon foi revelado no final daquele ano.

Tecnologia adquirida pela Amazon para uso dos caminhões dirigidos por robôs pode mudar a indústria automotiva

Ao usar a tecnologia Plus, a Amazon também poderia ajudar a superar a escassez de mão de obra nacional que afetou fortemente a indústria de caminhões, acarretando atrasos nas entregas e aumentando os custos de transporte. Por enquanto, o sistema PlusDrive ainda requer um driver licenciado. Mas isso pode mudar nos próximos anos.

O PlusDrive é o primeiro produto da Plus e opera de forma semelhante ao software “full self-driving” da Tesla, que requer um motorista licenciado para manter os olhos na estrada em caso de mau funcionamento do sistema ou necessidade de intervenção. O CEO da Plus, David Liu, disse a Mark Matousek, do Insider, que a empresa espera vender um produto que não requeira driver até o final de 2024.

Caminhões dirigidos por robôs devem se tornar febre nas próximas décadas

A Plus começou a fornecer sistemas de direção automatizada para semi-caminhões no início deste ano para empresas nos Estados Unidos e na China. A empresa forneceu à empresa de entregas chinesa SF Holding seu sistema que permite que os semi-caminhões rodem mais de 1.400 quilômetros por dia. A Plus foi fundada em 2016 e anunciou planos de abrir o capital por meio de um acordo SPAC de US$ 3,3 bilhões em maio.

Não será a primeira incursão da Amazon em tecnologia automatizada. A Amazon há muito usa tecnologia relacionada à IA para monitorar funcionários e maximizar a produtividade. A empresa usou a IA como uma ferramenta para contratar talentos e também em um sistema que rastreia os movimentos dos motoristas de entrega, que pode até sentir quando um motorista boceja.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.