Descobertas de óleo e gás no Brasil crescem 35% em 2019

Roberta Souza
por
-
06-01-2020 09:07:09
em Petróleo, Óleo e Gás
petróleo, exportação, óleo combustível, petrobrasl petróleo, exportação, óleo combustível, petrobras

17 notificações de indícios de óleo e gás foram feitas junto à Agência Nacional do Petróleo em 2019

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) foi notificada 17 vezes no ano de 2019 por operadoras que realizaram descobertas de óleo e gás no país. Foram 23 descobertas e 17 notificações formais. Este valor representa 35% a mais em relação ao ano anterior. Veja também: Técnicos são requisitados neste dia para trabalhar em São Paulo e Goiás

Dos 23 indícios de hidrocarbonetos, 11 foram de petróleo e 8 de gás, sendo 15 descobertas em terra e 8 descobertas offshore. As descobertas de petróleo foram no Recôncavo (4), Espírito Santo (2), Santos (2) e Sergipe-Alagoas (2). Já as de gás foram em Parnaíba (6), Recôncavo (1) e Santos (1).

Descobertas de ambos, ou seja, de petróleo e gás, foram nas bacias de Campos, Santos, Parnaíba e Sergipe-Alagoas.

Os indícios de óleo e gás onshore foram: sete na Bacia do Parnaíba (Eneva); cinco no Recôncavo (2 Petrobras, 2 Great Energy e 1 Imetame) e três no Espírito Santos (BGM).

As descobertas offshore foram feitas pela Shell (1 Alto de Cabo Frio Central e outras em Sul de Gato do Mato); Equinor (Norte de Carcará) e Petrobras (3 Sergipe-Alagoas, 1 Campos e 1 Santos).

Porém, tal avanço ainda é muito inferior se comparado ao pico histórico brasileiro, que foi em 2012, quando foram feitaqs 174 descobertas (86 offshore e 88 onshore), de acordo com a ANP. Só naquele ano, a Petrobras respondeu por mais de 50% de todas as descobertas feitas no país.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos