BNDES anuncia financiamento de maior complexo de energia solar da América Latina; mais de 1.200 empregos serão gerados

energia solar geração de energia BNDES Foto: Elera Renováveis

BNDES anuncia financiamento de complexo de usina solar em Minas Gerais. Investimento será bilionário na região

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) divulgou que irá financiar a implementação de 14 usinas fotovoltaicas para a geração de energia elétrica no município de Janaúba, em Minas Gerais. O projeto de geração de energia solar faz parte da primeira parte do complexo Janaúba. 

Com o investimento, é esperado que as usinas gerem um total de 700 megawatts de energia limpa, podendo abastecer até 933 mil residências. O investimento do BNDES deve fazer com que o complexo de Janaúba seja a maior do segmento em construção na América Latina

O financiamento do BNDES nas 14 Sociedades de Propósito Específico (SPE) será de R$ 1,47 bilhão, que equivale a 72% do investimento total de R$ 2,04 bilhões. O investimento irá ocorrer de forma direta, através do BNDES Finem. A BNDES falou sobre os investimentos nas suas redes sociais.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por BNDES (@bndesgovbr)

As SPEs já foram batizadas, sendo chamadas nesta sequência: Janaúba I Geração Solar Energia S.A., Janaúba II Geração Solar Energia S.A. até a Janaúba XIV. As usinas pertencem a Elera Renovaveis, braço de energia da gestora de ativos Brookfield, do Canadá. 

Mais detalhes de onde será investido o dinheiro financiado pelo banco

O investimento do BNDES envolve, principalmente, a compra de módulos fotovoltaicos. Esses painéis, que captam a irradiação solar, também precisam de trackers, sistema que orienta o ângulo das placas em relação ao sol. O dinheiro também será investindo na aquisição de inversores, equipamento que armazena e distribui a energia solar gerada pelos painéis. 

O apoio ao Complexo Fotovoltaico Janaúba demonstra o compromisso do BNDES com projetos que ampliem a participação das fontes renováveis na matriz energética brasileira. Além de gerar emprego e renda no entorno, o projeto concilia a preservação do meio-ambiente com o desenvolvimento do país”, disse Petrônio Cançado, diretor de Crédito e Garantia do BNDES.

Tags:
Fábio Lucas
Jornalista brasileiro, amo esportes, notícias e política. Já contribui em diversos outros portais relacionados a esportes, economia e informações regionais.