Home > Sem categoria

BNDES liberará U$ 2 bi para Macaé e 4 mil empregos na construção de termelétrica no pico do empreendimento a partir de 2020

Paulo Nogueira
por
-
19-12-2019 16:19:08
em Sem categoria
4 mil empregos devem ser gerados em Macaé para construção de termelétrica com U$ 2 bi do BNDES Usina termelétrica

BNDES destina financiamento para instalar em Macaé primeira usina térmica a utilizar gás natural do pré-sal brasileiro

Macaé, 19 de dezembro de 2019. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou nesta quinta-feira (19) um financiamento de 2 bilhões de reais com a empresa Marlim Azul Energia para a implantação de uma usina termelétrica na cidade de Macaé, localizada no estado do Rio de Janeiro. Veja também que empresas estrangeiras estudam a compra do Polo Garoupa da Petrobras na Bacia de Campos.

Você também pode gostar:

Com capacidade para gerar 565 MW, a usina utilizará gás natural proveniente do pré-sal brasileiro. A planta tem previsão de conclusão para o final do 2022 e entrará em operação em janeiro de 2023. As estimativas são que as obras no empreendimento devem gerar mais de 4 mil empregos diretos e indiretos em Macaé, de acordo com o BNDES.

A Marlim Azul Energia é um consórcio formado por Shell Gas, Mitsubishi Hitachi Power Systems America e Grupo Pátria, para a implantação do projeto.

“Marlim Azul é o sinal mais recente da nossa aposta na transição energética. Trazer um novo valor ao gás natural e reforçar nossa posição na produção e comercialização de energia faz desse projeto um marco na nossa jornada centenária no Brasil”, informa André Araujo, presidente da Shell Brasil.

Acompanhe diariamente o Portal Click Petróleo e Gás e esteja atualizado das notícias e vagas de emprego.

Macaé conta com mais de 1000 vagas de emprego

No ultimo dia 11 de dezembro, a prefeitura de Macaé divulgou muitas vagas de emprego na área de construção civil, petróleo e outros setores da economia da cidade. Fato hoje que se justificou com a retomada de investimentos e vários outros empreendimentos latentes, assim como a da matéria de hoje. Ainda há possibilidades reais de candidatura, então confiram os detalhes aqui na artigo do dia 11.

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.