Baterias em estado sólido da Ford e BMW entram em fase de testes e prometem revolucionar carros elétricos

Valdemar Medeiros
por
-
18-09-2021 18:00:27
em Logística e Transporte
baterias - Ford - BMW - carros elétricos Baterias em estado sólido da Solid Power Imagem: Divulgação

Ford e BMW, investem na Solid Power para a criação de baterias de estado sólido. A primeira produção e testes das baterias para carros elétricos está prevista para o início do próximo ano.

Já esperadas há algum tempo no setor automotivo, as baterias de estado sólido para carros elétricos estão começando a ganhar forma, pelo menos no quesito de testes. A joint-venture da vez está sendo formada pela BMW e Ford. As duas empresas anunciaram em 2017 seus investimentos na empresa norte-americana, Solid Power, que é responsável pelo desenvolvimento das baterias automotivas .

Leia também

Baterias em estado sólido podem substituir as de íon de lítio

Quantum Scape atualiza suas baterias em ESTADO SÓLIDO

A primeira produção teste das novas baterias está marcada para ter início em 2022 e sua linha de produção terá como foco, a fabricação de um material de eletrólito sólido à base de sulfeto com foco no espaço para uma linha de produção focada em células de bateria de 100 A.

As baterias em estado sólido tem ganhado bastante popularidade e são vistas como o futuro para os carros elétricos e híbridos, podendo substituir as de íon de lítio utilizadas atualmente.

Embora essas baterias tenham algumas dificuldades em sua produção, oferecem uma densidade maior de energia, reduzem os custos e possuem uma maior expectativa de vida útil. Além disso, o íon de lítio é visto como mais suscetíveis a incêndios por esquentarem muito.

CEO da empresa desenvolvida pela Ford e BMW se pronuncia

Doug Campbell, CEO da Solid Power, afirmou que a empresa acredita fortemente que esses problemas que a Hyundai e a General Motors estão enfrentando atualmente seriam facilmente resolvidos com uma bateria de estado sólido.

A BMW e a Ford também apostam fortemente no produto, tanto que em maio deste ano, investiram um valor de US$ 130 milhões na Solid Power. As empresas pretendem iniciar os testes de estrada em carros elétricos até 2025, podendo traze-las ao mercado até 2030.

As montadoras japonesas estão avançando significativamente no campo, com a Toyota apresentando veículos equipados com baterias de estado sólido à frente de seus concorrentes no início do ano passado e a Nissan no final da década de 2020.

Volkswagen investe nas baterias de nióbio

Para avançar ainda mais no setor de elétricos, a Volkswagen e a CBMM fecharam recentemente um acordo para produzirem carros elétricos que são movidos a bateria de nióbio. Com o acordo, a CBMM fornecerá à montadora alemã, baterias para que sejam fabricados os carros elétricos em sua fábrica em Resende.

A empresa prevê a produção de 5 mil células e além da multinacional, outras 25 montadoras de carros elétricos receberão as células. De acordo com, Ricardo Lima, o vice-presidente da CBMM, o produto possui uma durabilidade maior, vida útil e além de uma ótima segurança em comparação com as de íon de lítio, os carros elétricos que usarem baterias de nióbio ainda conseguem uma autonomia de 350 km, algo bem próximo à dos motores a combustão.

Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.
fwefwefwefwefwe