A líder mundial em produção de nióbio CBMM fecha parceria internacional e adota tecnologia canadense para aumento de desempenho de baterias em veículos elétricos

Flavia Marinho
por
-
13-05-2021 10:23:34
em Indústria e Construção Civil
nióbio - preço - bateria - mineração - tecnologia Nióbio em fábrica Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração – CBMM / Fonte: Reprodução – Google

A parceria entre a líder global produtora de nióbio CBMM e a multinacional canadense Nano One Materials Corporation vai tornar baterias de íons de lítio mais estáveis e seguras para os carros elétricos

A líder mundial na produção e comercialização de nióbio CBMM firmou uma grande parceira internacional no segmento de baterias com a multinacional canadense Nano One Materials Corporation. Visando a comercialização no mercado de carros elétricos, a nova parceira é para desenvolver um processo inovador que reduz o custo e aumenta o desempenho de cátodos utilizados nas baterias de íons-lítio, sendo este bem superior à da tecnologia convencional.

Leia também

Para conseguir a tal “façanha”, as multinacionais irão utilizar o Óxido de Nióbio neste processo, denominado “Processo de uma Única Etapa” (do inglês One-pot process).

As baterias de íons de lítio ficarão mais estáveis e seguras para os carros elétricos

De acordo com a Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração a nova tecnologia traz uma significativa redução de custos nas etapas de produção de cátodos de alta energia, além de aumentar a estabilidade para ciclos prolongados de carga e descarga e, com isso, a maior durabilidade da bateria. “Com o apoio da CBMM, vamos aperfeiçoar nosso processo para a produção de materiais catódicos ricos em níquel revestidos de nióbio, o que permitirá suprir demandas como as do mercado de veículos elétricos”, afirma o diretor técnico da Nano One, Stephen Campbell.

O uso do nióbio protege o cátodo, evitando reações que podem causar uma rápida degradação nestas baterias de alto desempenho, tornando o metal um elemento chave para o avanço dos componentes em bateria de íons de lítio. “Estamos focados em elevar o protagonismo do nióbio nas baterias de íons de lítio e em promover uma relação de trabalho colaborativa e duradoura com a Nano One, que certamente trará resultados importantes para este mercado”, destaca Rogério Ribas, head de Baterias da CBMM.

CBMM fecha parceria com Senai e inaugura planta piloto de bateria de íons-lítio e de supercapacitores que usa nióbio e nanotecnologia

O desenvolvimento de tecnologias com o uso do nióbio liderado pela CBMM é resultado de robustos investimentos. Todos os anos, a empresa aporta cerca de R$ 200 milhões em seu Programa de Tecnologia, destinados ao desenvolvimento de soluções e projetos inovadores para diversificar seu mercado de atuação. Somente neste novo projeto de baterias com a empresa canadense, serão investidos pela empresa R$ 60 milhões.

Em abril, uma parceria entre o SENAI e a CBMM possibilitou a inauguração de uma planta piloto de bateria de íons-lítio e de supercapacitores, instalada no Instituto SENAI de Inovação em Eletroquímica, em Curitiba (PR). A ideia é fomentar o ecossistema nacional de produção de baterias e supercapacitores. A tecnologia reúne o potencial do nióbio e o uso da nanotecnologia para a aplicação em baterias de íons-lítio mais seguras, com recarga mais rápida e maior estabilidade.

E as metas das revoluções tecnológicas da CBMM não param por aí. A companhia conta com uma ampla lista de parcerias com universidades de ponta pelo mundo afora e segue atenta às oportunidades de investimentos em startups que possam incrementar as inovações com o nióbio.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.