OTAN revela indícios de construção de armas de guerra movidas à painéis solares; Tanques, navios e caças podem ganhar a tecnologia

Tanque de Guerra / Imagem de Brijesh Patel por Pixabay Imagem de Brijesh Patel por Pixabay

A OTAN planeja reduzir as emissões de carbono e estuda investir em painéis solares como fonte de energia

Enquanto o mundo se move para diminuir as emissões de CO2, a OTAN, aliança militar mais poderosa do mundo, percebe o investimento em energia limpa como algo fundamental. Jens Stoltenberg, secretário-geral da OTAN, fez um pedido recente para que os países começassem a trabalhar juntos para que tanques de guerra pesados ​​ou caças e navios de guerra passassem a ter painéis solares nas suas armas de guerra.

A fala do secretário-geral aconteceu na New Ideas for OTAN 2030. Ele destacou que os militares dos países membros da OTAN devem se comprometer para frear as emissões de CO2: ”A OTAN deve trabalhar para ver como podemos reduzir as emissões das operações militares”.

OTAN busca reduzir emissões de CO2 e contribuir com o meio ambiente

Ele destacou que armas de guerra como navios, tanques de guerra e caças consomem muito combustível fóssil, sendo grandes emissores de CO2: ”Todos nós temos o conhecimento de que tanques de guerra, caças e navios de guerra consomem muito combustível fóssil. Portanto, temos que estudar como podemos reduzir essas emissões por combustíveis alternativos, painéis solares, outras formas de executar nossas missões.”

Os gastos de armas de guerra realmente são preocupantes?

navio de guerra - porsche - marinha - são paulo - rio de janeiro - sucata - porta aviões
Navio de guerra da Marinha / Fonte: Reprodução – Via Google

Um relatório produzido pela SGR sobre a pegada de carbono (carbon footprint) revelou que, em 2019, cerca de 24,8 toneladas de ‘tCO2e’ foram emitidas pelo poderio militar da União Europeia. Isso equivale a cerca de 14 milhões de carros médios. Ao mesmo tempo, outro estudo do mesmo ano mostra que o somente as Forças Armadas dos Estados Unidos polui mais do que as Forças Armadas de 140 países juntos. Para se ter uma ideia, um tanque de guerra americano polui o equivalente a 10 carros comuns.

Painéis solares teriam a capacidade de movimentar armas de guerras tão pesadas?

Segundo dados do site Interesting Engineering, movimentar um tanque de guerra com a painéis solares com a tecnologia atual seria algo impraticável. Hoje, a tecnologia de painéis solares em veículos ainda está no seu começo, dificultando ainda mais a sua aplicação em armas de guerra que necessitam de muita força. Todavia, ela poderia ser usada para dar mais potência aos tanques e diminuir a dependência e aumentando a eficiência dos combustíveis.

Tags:
Fábio Lucas
Jornalista brasileiro, amo esportes, notícias e política. Já contribui em diversos outros portais relacionados a esportes, economia e informações regionais.