Coronavírus: Ministério de Minas e Energia confirma 510 funcionários Petrobras contaminados e 1.301 suspeitos

Flavia Marinho
por
-
04-05-2020 16:05:45
em Petróleo, Óleo e Gás
Coronavírus: Ministério de Minas e Energia confirma 510 funcionários Petrobras contaminados e 1.301 suspeitos Coronavírus: Ministério de Minas e Energia confirma 510 funcionários Petrobras contaminados e 1.301 suspeitos

Coronavírus: o Ministério de Minas e Energia (MME) divulgou em boletim que a Petrobras tem 510 funcionaários contaminas pelo Covid-19. Em meio a crise do petróleo, Petrobras bate recorde e exporta 1 milhão de barris em abril

Leia também

Os números informado pelo Ministério de Minas e Energia diz respeito aos funcionários diretos e de empresas que prestam serviços para a Petrobras.

A petroleira brasileira afirmou que até o dia 24 de abril, de 46.416 colaboradores, 184 funcionários testaram positivo para o novo coronavírus

Até o momento 1.301 estão suspeitos de estarem contaminados. A estatal afirma que está realizando testes pré-embarque em todos os aeroportos e que está em contato permanente com os sindicatos para tratar de medidas preventivas.

“A companhia monitora todos os casos suspeitos entre nossos colaboradores, dentro ou fora das nossas unidades, desde o primeiro reporte de sintomas”. afirmou a Petrobras por meio de nota.

Sindicatos vão recorrer por interdição de plataformas da Petrobras por conta de contaminação pelo coronavírus

A interrupção da operação em sete plataformas da Petrobras na Bacia de Campos serão solicitadas pela Federação Única dos Petroleiros (FUP) e o Sindipetro Norte Fluminense (Sindipetro NF) vão solicitar à Agência Nacional do Petróleo (ANP) e à Vigilância Sanitária, devido ao número de casos de trabalhadores contaminados pelo coronavírus.

Os casos ocorreram nas unidades da petroleira P-26, P-50, P-18, P-35, P-20, P-33 e P-62, todas na Bacia de Campos, informou a Federação Única dos Petroleiros.

A FUP informou  também que de acordo com informações recebidas pelo canal de denúncias criado pelo Sindipetro-NF, diariamente, de dois a três trabalhadores embarcados têm deixado seus postos de trabalho nas plataformas com sintomas da doença.

Os sindicatos acusam a estatal de estar sendo negligente na adoção de medidas de saúde preventivas para evitar a contaminação dos empregados pelo novo coronavírus.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe