Início BNDES financiará nova unidade de um dos maiores complexos de energia eólica do mundo

BNDES financiará nova unidade de um dos maiores complexos de energia eólica do mundo

30 de maio de 2021 às 11:22
Compartilhe
Siga-nos no Google News
BNDES - energia eólica - complexo - investimento
Torres de energia eólica – Créditos: Casa dos Ventos

Demonstrando seu compromisso com a sustentabilidade, o BNDES aplicará um novo investimento de 216 milhões de reais para mais uma unidade de um dos maiores complexos de energia eólica do mundo

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) financiará a construção de uma nova unidade ao complexo de energia eólica Santa Martina 9, nos municípios de Riachuelo, Caiçara do Rio do Vento, Bento Fernandes e Ruy Barbosa, no Rio Grande do Norte.

Leia também

Conheça maior complexo de energia eólica financiado pelo BNDES

A nova unidade do complexo de energia eólica possuirá cerca de 63 MW e promete gerar energia renovável e sustentável para o consumo equivalente de 130 mil residências. Santa Martina 9, financiado pela BNDES, faz parte do Complexo Eólico Rio do Vento, um dos maiores complexos de energia eólica do mundo.

A implantação da unidade do complexo de energia eólica promete gerar vagas de emprego para mais de 350 pessoas, tanto de forma direta, quanto de forma indireta, aumentado a renda e promovendo a igualdade social para as famílias da população local. Essa quantidade equivale a mais de 10% do total de pessoas que ocupam os quatro municípios, que chega a cerca de 3.480 em 2018 segundo dados do IBGE.

Financiamento representa muito para a transição enérgica brasileira

De acordo com Petrônio Cançado, diretor de Crédito e Garantia do BNDES, o financiamento da nova unidade do complexo de energia eólica Ventos de Santa Martina demonstra o comprometimento do banco em apoiar a matriz de energia renovável no país. Ele afirma que serão cerca de 63 MW de potência instalada que irá entrar em operação em 2022.

O Financiamento do BNDES de R$ 216,7 milhões, será concedido à Sociedade de Propósito Específico Ventos de Santa Artur Energias Renováveis S.A. A previsão é que uma parte da unidade do complexo entre em operação até o fim do último semestre desse ano, junto ao primeiro aerogerador do parque de energia eólica.

Outros investimentos em energia renovável do BNDES

No ano passado, o banco assinou contratos com a Engie Brasil em valor estimado de R$ 1,243 bilhão para implantar o complexo de energia eólica Campo Largo – Fase 2, nos municípios de Sento Sé e Umburanas, no estado da Bahia.

Esse projeto possui uma capacidade instalada de 361,2 MW, energia equivalente à 850 mil residências. Também no ano passado, o BNDES investiu na construção do parque de energia eólica Ventos de Santa Martina 14, também do complexo eólico Rio do Vento, com o valor de R$ 208 milhões.

De acordo com a ABEEólica, o IDH em municípios que recebem este tipo de investimentos cresce em cerca de 20% em comparação a antes.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes