Ambev implementa 5G para delivery de bebidas via drones no Brasil

Flavia Marinho
por
-
20-04-2021 07:34:34
em Indústria e Construção Civil
Ambev - bebidas - delivery -vagas - emprego - drone - fábrica Fundadores da Speedbird Aero apostam no mercado de drones (Créditos: Veja/Divulgação)

A maior empresa de bebidas do mundo – Ambev – antecipa a tecnologia 5G para iniciar delivery via drones no Brasil. A parceria é com a Speedbird Aero

De olho no futuro, a maior empresa de bebidas do mundo, a Ambev, antecipa a implementação do 5G no Brasil e fecha uma parceria com a Speedbird Aero para delivery de bebidas via drones. As primeiras entregas serão realizadas com o drone DLV2, que suporta até 8kg de carga.

Leia também

O projeto ainda precisa do aval da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), e deverá operar em rotas pré-definidas. O local onde os voos de teste devem acontecer ainda não foi selecionado.

A empresa parceira da Ambev, a Speedbird Aero, tem sede em Franca, São Paulo, e foi fundada pelo administrador Manoel Coelho e pelo engenheiro Samuel Salomão.

Os sócios criaram a Speedbird Aero após virem o potencial do negócio de entregas com Veículos Voadores Não Tripulados (Vant) no Brasil. A empresa possui certificação experimental da Anac, mas espera conseguir a certificação plena para voo em agosto, o que também permitirá a assinatura de contratos comerciais.

Confira o projeto delivery via drones da Speedbird Brasil

Inicia disputa entre as gigantes produtoras de bebidas Coca Cola e Heineken com a Ambev no mercado brasileiro

A Coca Cola anunciou acordo com a Heineken para remodelar sua rede de distribuição no Brasil e coloca a multinacional Ambev, a maior empresa de bebidas do mundo, em saia justa.

O acordo entre o Grupo Heineken e o sistema de distribuição da Coca-Cola no Brasil divulgado na quarta-feira, 24, põe fim a um impasse que se estende desde a compra da Brasil Kirin, pela cervejaria holandesa, em 2017.

A parceria entre as gigantes Heineken e Coca Cola entrará em vigor em meados deste ano e terá validade até 2026, mas há a possibilidade de que seja prorrogado por mais cinco anos.

Sobre o aumento da concorrência, a Ambev acha que ainda é cedo para tecer comentários. “Sob a nossa ótica, o mercado brasileiro sempre foi competitivo. Isso foi anunciado ontem e ainda é cedo para dizer os impactos. Preferimos olhar para o que a gente controla. Nossa rede de distribuição tem operado muito bem. É uma máquina bem azeitada criada ao longo de décadas”, afirmou Lucas Lira, diretor financeiro da empresa, ao Estadão/Broadcast.

A era das entregas por drones chegou ao Brasil: IFood recebe aval da Anac para dar início as operações

O IFood recebeu um aval da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para realizar testes voos experimentais com a utilização de drones. Os testes têm como objetivo reduzir o tempo de entrega das refeições.

Os primeiros voos serão feitos em outubro, no interior de São Paulo, na cidade de Campinas. Porém, os drones não irão fazer as entregas nas casas dos clientes. Primeiro, a nova tecnologia irá fazer a primeira parte das rotas e um entregador irá finalizar. O teste será de uma rota de 400 metros em uma praça de alimentação e uma estrutura do próprio aplicativo IFood, que irá fazer as rotas dos pedidos.

De acordo com a empresa, a entrega com o drone até o entregador irá ser de 2 minutos (nesse mesmo trecho sendo feito a pé são 12 minutos de duração). Logo após a chegada dos pedidos com a utilização de drones, a última parte os entregadores que fazem.

Roberto Gandolfo, o vice-presidente de Logística do Ifood, disse à Reuters: “Nosso objetivo primário é utilizar o drone para trazer mais eficiência para a operação logística”.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.