Privatizações de 2021 devem começar a gerar empregos em 2022; Ministério da Infraestrutura acredita que até 2,9 milhões de vagas serão geradas no país

Leilão / Tarcisio de Freitas / Reprodução Leilão / Tarcisio de Freitas / Reprodução

Brasil deve continuar privatizando empresas em busca de investimentos e geração de empregos em curto, médio e longo prazo

O Governo Federal trabalhou nos últimos meses para garantir bons resultados na chamada Infra Week, que aconteceu ao longo da última semana e foi considerada um sucesso. Foram privatizados aeroportos, portos e ferrovias. Ao todo, 3 blocos com 22 aeroportos, cinco terminais portuários e uma ferrovia foram privatizados. O total arrecadado no último dia de leilão foi de R$ 216 milhões somente em outorgas. A geração de empregos na infraestrutura anima o Governo para o próximo ano.

O Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, destacou que o resultado das privatizações foi muito positivo. Ele reafirmou que a privatização desses ativos são mais uma prova do liberalismo do governo do presidente Jair Bolsonaro. As concessões, segundo especialistas consultados pelo UOL, conseguidas pelo Governo Federal são uma prova que existem investidores atentos à longo prazo e que querem investir no Brasil, apesar da crise econômica.

Arrecadação bilionária do Ministério da Infraestrutura deve garantir ainda mais investimentos no futuro e geração de empregos

Ao longo da Infra Week, na última semana, o Governo Federal arrecadou um total de R$ 3,5 bilhões com a transferências dessas empresas para a iniciativa privada. Além do valor arrecadado no momento, as empresas que passarão administrar as empresas fizeram um compromisso de investimento que supera os R$ 12 bilhões.

O Ministério da Infraestrutura destaca que não está esperando a geração de empregos já em 2021. Porém, existe a expectativa de que esses contratos já passem a gerar vagas de emprego no próximo ano e ao longo do período dos contratos.

O Ministério destacou, no início do mês, que somente essa primeira rodada da privatizações tem a capacidade de gerar cerca de 200 mil empregos diretos e indiretos. Com a conclusão da privatização dos 78 empreendimentos que são previstos para serem feitos ainda em 2021, cerca de 2,9 milhões de vagas de empregos poderão ser geradas no país. Isso seria um grande alívio para o país, que viria diminuir em cerca de 20% o número de desempregados atualmente.

Bolsonaro é o culpado por não ter ainda mais privatizações?

Cleveland Prates, analista do UOL Economia, questionou as falas do ministro do Governo. Ele afirmou que o presidente Bolsonaro não se mostrou liberal, sendo um dos principais entraves da privatização de empresas gigantes como a Eletrobrás, BB, EBC e Petrobras.

Tags:
Fábio Lucas
Jornalista brasileiro, amo esportes, notícias e política. Já contribui em diversos outros portais relacionados a esportes, economia e informações regionais.