Odebrecht perde na justiça o controle pela Atvos, umas das maiores produtoras de etanol do Brasil

Flavia Marinho
por
-
27-11-2020 11:05:50
em Usina e Agronegócio
Odebrecht perde na justiça o controle pela Atvos, umas das maiores produtoras de etanol do Brasil Odebrecht perde em segunda instância, na justiça, para os fundos norte-americanos Lone Star e Castlelake o controle da produtora de etanol Atvos

Odebrecht perde em segunda instância, na justiça, para os fundos norte-americanos Lone Star e Castlelake o controle da produtora de etanol Atvos

Após batalha judicial da Odebrecht, justiça dá aval a fundos Lone Star e Castlelake para obter controle da Atvos, umas das maiores produtoras de etanol do Brasil. Atvos estava em recuperação judicial. Procurando emprego? Vagas offshore e onshore para o RJ e ES foram anunciadas pela empresa de óleo e gás KEMPETRO Engenharia

Leia também

Na última quarta-feira (26/11) o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), deu decisão favorável ao fundo norte-americano, garantindo a transferência de ações adquiridas pelo Lone Star, o que, segundo o fundo, dará o direito ao controle da empresa sucroenergética a Atvos, pertencente ao do grupo Odebrecht.

O recurso negado garante ao banco Natixis a validade da venda das ações por US$ 5 milhões. Assim, a Odebrecht deverá entregar os livros societários para que a transferência das ações seja registrada e o fundo assuma definitivamente o controle da Atvos.

A produtora de etanol segue seu plano de recuperação judicial, pelo plano, o controle da Atvos pode ir para outros credores, majoritariamente bancos que têm bônus de subscrição que lhes dão o controle. Sob o novo comando, desde que o plano foi aprovado, em maio, já se trabalha inclusive na venda da Atvos para outros grupos.

A Atvos entrou com pedido de recuperação judicial em maio de 2019, citando R$ 12 bilhões em dívidas. A Lone Star, com US$ 40 bilhões em ativos sob gestão globalmente, é controladora de veículo chamado LSF10Brazil, um dos cotistas indiretos da Terra Nova Bioenergia Fundo de Investimento e Multiestratégia, representado pela Planner Trustee. Procurados, Lone Star, Castlelake e Atvos não comentam.

Odebrecht venderá participação na petroquímica Braskem

Odebrecht anunciou que irá vender toda sua parte na empresa do ramo petroquímico a Braskem, produtora de resinas termoplásticas. A notícia veio por meio de um documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A Braskem informou em seu comunicado que“A ODB [Odebrecht] deu início aos atos preparatórios para estruturar um processo de alienação privada de até a totalidade da participação de sua titularidade na Companhia, mediante adoção das providências necessárias para organizar um processo dessa natureza, com o apoio de assessores legais e financeiros”.

Além da Odebrecht, outro acionista da Braskem, a Petrobras já havia dito que iria vender sua participação na empresa.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.