Great Wall Motors fechou um acordo de compra da fábrica da Mercedes-Benz em Iracemápolis no interior de São Paulo

Great-Wall-Motors- Fabrica - Mercedes-Benz - São Paulo - Fábrica da Mercedes em Iracemápolis SP – créditos: Redesic

A chinesa Great Wall Motors fechou um acordo para comprar a fábrica da Mercedes-Benz em Iracemápolis no interior de São Paulo.

Com o plano de ingressar no Brasil a anos, a Great Wall Motors pretende comprar uma fábrica da Mercedes-Benz em São Paulo, que está fechada desde o ano de 2020 e é ideal para a montadora chinesa. De acordo com o jornalista Marcelo Ninio, a Great Wall fechou negócio com a Mercedes-Benz há cerca de duas semanas.

Leia também

A compra da fábrica da Mercedes-Benz

A fábrica foi fechada em dezembro do ano passado e produzia os modelos Classe C e GLA em São Paulo, atualmente os modelos pertencem à Great Wall Motors. A compra teria sido fechada com a Mercedes-Benz há duas semanas e apesar de não ter sido anunciada de forma oficial, a aquisição já está finalizada. A fabricante chinesa comemorou o fato em uma publicação que teria sido distribuída no dia 25 de junho.

Nela, a Great Wall Motors dá detalhes sobre a fábrica de São Paulo e afirma que a linha de montagem estaria dentro do padrão para a montagem de carros da empresa.  

A linha de montagem da fábrica operava muito abaixo da capacidade que poderia produzir e com a chegada da pandemia a situação piorou, levando à Mercedes-Benz a decisão de encerrar a produção de carros no Brasil para voltar a ter apenas modelos importados. Entretanto esta escolha não afetou a fábrica em São Bernardo, também em São Paulo, que continua produzindo caminhões.

A entrada da Great Wall Motors no Brasil

O interesse da montadora chinesa é bem antigo. Dez anos atrás ela chegou a anunciar que teria uma fábrica em território brasileiro, com o plano de montar aproximadamente 100 mil carros por ano.

Na época, a instalação aconteceria em parceria com uma empresa local, o Grupo Caoa, que tinha planos de se instalar na Paraíba. Entretanto a operação não prosseguiu devido às complicações da empresa com o governo local. A tentativa atual da Great Wall Motors em São Paulo, está diretamente alinhada com seus planos globais.

A empresa tem adquirido complexos de outras marcas na região asiática, comprando uma fábrica da GM na Tailândia e negociando outra na Índia, também da GM. A montadora chinesa já iniciou a produção na Rússia e na época, afirmou que era um passo essencial para ajudar a economia chinesa a ganhar um maior espaço no mercado global.

De acordo com WM1, a Great Wall iria iniciar sua operação primeiro com modelos importados, investindo nos veículos mais caros e também em uma rede composta por 60 concessionárias. Os carros que poderiam vir seriam o SUV Haval H6 e a picape Poer em 2022 e em 2024 umas opções mais baratas.  

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.