Início GE desenvolve impressora 3D capaz de imprimir componentes de concreto para a construção de torres de energia éolica

GE desenvolve impressora 3D capaz de imprimir componentes de concreto para a construção de torres de energia éolica

27 de abril de 2022 às 20:21
Compartilhe
Siga-nos no Google News
energia éolica turbina eólica energia limpa
Créditos da imagem: GE Renewable Energy.

Empresa trabalha em impressora 3D que tem a capacidade de imprimir componentes de concreto para a construção de torres éolicas

A GE está investindo pesado em um projeto que pode aumentar de forma significativa a eficiência da produção de energia eólica. Recentemente, a empresa lançou uma instalação de pesquisa que desenvolve a impressão de bases de concreto de torres eólicas.  

Os projetistas esperam que imprimir essas bases ajudará na redução de custos, além de facilitar a instalação de torres eólicas mais altas e mais eficientes.  

Artigos recomendados

GE investe em novas tecnologias para o setor eólico 

Atualmente, a construção de torres eólicas necessita um grande investimento em logística. Os construtores transportam os tubos pré-fabricados e soldam no local. Por conta disso, o sucesso do projeto da GE pode solucionar os gargalos que limita o tamanho dos parques eólicos

A GE Renewable Energy lançou um comunicado explicando um pouco sobre a impressão 3D. Segundo a companhia, a pesquisa irá “permitir que a GE imprima em 3D a parte inferior das torres de turbinas eólicas.”. Além disso, a GE destacou que “é importante melhorar continuamente as maneiras como projetamos, fabricamos, transportamos e construímos os grandes componentes dos parques eólicos modernos’’. 

Como funciona a impressora 3D 

A GE fechou uma parceria com a Holcim and Cobod, empresa com especialidade em impressão 3D. Os testes estão acontecendo em Nova York, onde a companhia possui uma impressora 3D do tamanho de um prédio de três andares. 

A impressora consiste em longas treliças e vigas conectadas em ângulos retos. Motores são conectados as vigas, que movem o bico de impressão em três direções. A impressora é a maior do tipo no mundo. A prova disso é que ela é capaz de imprimir estruturas de concreto com até 20 metros de altura.  

energia limpa energia concreto
Impressora 3D da GE. Créditos da imagem: GE

O grande investimento no setor comprova a importância de baratear o custo de produção das torres de energia eólica. Com a necessidade da construção de torres eólicas cada vez maiores, o investimento da GE parece ser mais um grande acerto da gigante global do setor de energia. 

Impressora 3D da GE. Fonte: GE

Vantagens da impressora 3D 

Como a base de concreto feita na impressora 3D pode ser mudada de altura facilmente, os projetistas destacam que o projeto pode ficar ainda mais otimizado para o terreno local. “Quando você pensa em parques eólicos muito grandes onde o terreno e o vento mudam, ficamos limitados em como podemos variar a altura da turbina para maximizar o layout do local”, destaca Christopher Kenny, gerente sênior de engenharia. 

Acreditando no potencial do projeto, o departamento de energia dos EUA está financiando o projeto com 5 milhões de dólares. “Agradecemos o apoio do Departamento de Energia dos EUA para a pesquisa que estamos fazendo aqui. Estamos confiantes de que isso ajudará a tornar os parques eólicos de amanhã ainda mais eficientes, econômicos e ambientalmente responsáveis”, completou Kenny. 

Crescimento da energia eólica no Brasil 

O ano de 2021 foi excelente para a indústria eólica o Brasil. O país bateu recorde de expansão da sua capacidade de produção de energia eólica no ano passado. Com isso, a energia eólica já representa 11% da nossa matriz energética. Um relatório divulgado pelo Global Wind Energy Council destacou um grande crescimento da energia éolica no Brasil. Somente na última década, o país saltou de 1 gigawatts para 21 gigawatts em 2021.

Relacionados
Mais recentes