Estrutura da CSN desaba no Porto de Itaguaí e deixa funcionários feridos

Estrutura da CSN desaba no Porto de Itaguaí

Acidente ocorreu com uma empilhadeira de carvão, no Terminal de Cargas e Granéis. Causas estão sendo apuradas

Uma estrutura desabou em uma estação da Companhia Siderúrgica Nacional, no Porto de Itaguaí, em Sepetiba, na noite desta terça-feira, 11 de setembro. Três funcionários ficaram feridos. A empresa divulgou 58 vagas de emprego no mês passado para cidade de Valença.

Por meio de nota, a CSN Mineração Tecar esclareceu que o acidente ocorreu com uma empilhadeira de carvão, no Terminal de Cargas e Granéis, e que suas causas estão sendo apuradas.

A mineradora informou também que os três funcionários feridos foram devidamente atendidos e já estão liberados.

A CSN Mineração é a segunda maior exportadora de minério de ferro do Brasil e está entre as cinco mais competitivas no mercado transoceânico.

A empresa detém as minas de Casa de Pedra e do Engenho, o complexo de beneficiamento do Pires, participação na ferrovia MRS e terminal cativo para exportação de minério de ferro no Porto de Itaguaí (TECAR).

Funcionário é socorrido após o acidente no Porto de Itaguaí

CSN porto de Itaguaí

Recentemente a companhia assinou contrato para fornecer 10 milhões de toneladas de minério para empresa anglo-suíça

Acordo é uma extensão de fornecimento com a Glencore, já que em fevereiro outro contrato já previa o venda de 22 milhões de toneladas por cinco anos.

A CSN divulgou nota comunicando que o contrato prevê o pré-pagamento de US$ 250 milhões para fornecer mais 10 milhões de toneladas de minério em cinco anos.

O comunicado dizia também que: “Essa nova parcela já reflete o melhor perfil de crédito da CSN ao embutir menores custos financeiros e consiste em um passo adicional da companhia em direção a uma estrutura de capital saudável e sustentável, como parte de seu plano de desalavancagem previamente divulgado ao mercado”.

Técnicos e Engenheiros são convocados para trabalhar em Angra dos Reis

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Click Petróleo e Gás.

Avatar

Sobre Flavia Marinho

Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e experiente na indústria de construção naval. OBS: Não contratamos, então não envie currículos! Informações sobre empregabilidade apenas no site.