Energia solar é eleita a energia renovável mais barata da história segundo IEA

Valdemar Medeiros
por
-
12-11-2020 11:21:34
em Energia Renovável
energia solar - energia renovável - IEA Painel de energia solar

Energia solar, eleita oficialmente, a energia renovável mais barata da história de acordo com um relatório da Agência Internacional de Energia (IEA)

Um relatório da Agência Internacional de Energia (IEA) confirma o que muitos já suspeitavam: a energia solar captada por meio de instalações fotovoltaicas agora tem custos tão baixos que é a energia renovável mais barata à disposição das concessionárias.

Leia também

Energia solar, mais barata de obter do que eletricidade fornecida por usinas movidas a carvão

O relatório de 464 páginas da IEA também destaca o impacto “extraordinariamente turbulento” do coronavírus e o futuro “extremamente incerto” do consumo global de energia solar nas próximas duas décadas. Refletindo essa incerteza, o relatório de energia renovável deste ano traça quatro “caminhos” a serem seguidos até 2040, todos voltados para um grande aumento na importância das fontes de energia renováveis.

O cenário principal da IEA visa uma produção de energia solar 43% maior até 2040 do que a estimada em 2018, em parte devido às novas análises de custo em energia renovável, que mostram que a energia solar é 20-50% mais barata do que se pensava anteriormente.

Apesar da adoção acelerada de energia renovável e do declínio do uso do carvão, a AIE considera que é muito cedo para declarar o pico do uso global do petróleo, a menos que haja uma ação climática mais forte para o uso da energia solar. Por exemplo, as estimativas mostram que a demanda por combustíveis fósseis pode aumentar em 30% até 2040, a menos que a estratégia de combate ao aquecimento global seja reforçada além das metas estabelecidas até agora.

IEA está modelando um cenário que visa emissões zero-zero de CO2 até 2050

Pela primeira vez, a IEA está modelando um cenário que visa emissões zero-zero de CO2 até 2050, com o objetivo de limitar o aquecimento global abaixo do limite de 1,5 ° C, que é considerado o limite superior para evitar as piores consequências para o ecossistema e, por extensão, na civilização humana o uso da energia solar.

Por exemplo, uma das mudanças propostas da energia renovável para o mundo é trabalhar em casa três dias por semana, reduzindo assim a necessidade de espaços de trabalho com ar condicionado em edifícios de escritórios e a pegada de poluição resultante do uso de meios de transporte.

Um primeiro socorro para alcançar esse ideal aparentemente improvável já foi dado pela pandemia COVID-19, com o trabalho em casa sendo reavaliado em apenas alguns meses, de ser um “assassino” de produtividade para uma estratégia de sobrevivência para funcionários e empresas.

Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.
fwefwefwefwefwe