Energia limpa: Conheça a futura maior usina de energia solar do planeta; a estrutura poderá ser vista do espaço

Fábio Lucas
por
-
28-09-2021 22:22:39
em Energia Renovável
energia, energia limpa, fazenda solar, meio ambiente Foto: San Cable

Austrália terá a maior usina de energia solar do planeta. Cabos submarinos irão levar energia até Cingapura

Cingapura é um próspero centro financeiro da Ásia. Contudo, a cidade-estado possui uma capacidade de geração de energia solar escassa. Por conta disso, os governantes locais já investiram em usinas solares flutuantes para a geração de energia limpa, porém ainda é necessário um longo e árduo caminho para a geração de energia limpa e consequente redução das emissões de carbono

Projeto audacioso 

Um relatório da New Aglas mostra em detalhes o projeto de infraestrutura que pretende transportar energia de fazendas solares na Austrália para uma distância de 5 mil km, em Cingapura. O projeto pertence a empresa australiana Sun Cable, que pretende iniciar a operação de transporte energia de alta tensão através de cabos submarinos em 2027

10 vezes maior do que a maior fazenda solar do mundo hoje 

Atualmente, a maior fazenda solar do mundo é a Bhadla Solar Park, localizada na Índia. Porém, o projeto Australia-Asia PowerLink pretende superar com uma folga gigantesca a usina solar indiana.   

Com um território de 12.000 hectares, a fazenda solar australiana será 10 vezes maior do que a maior fazenda do que a fazenda solar indiana. A estrutura será tão grande que será vista do espaço. Por conta dos dias de sol do local, a fazenda será capaz de gerar 17-20 gigawatts de pico de energia.  

Assista o vídeo de apresentação do projeto

Vídeo no Youtube mostrando a apresentação do projeto inovador

A energia será transportada da Australia para Cingapura através de cabos submarinos de alta tensão.  O entendimento é que o projeto gere o total de 15% de toda a energia consumida por Cingapura. 15% equivale a um total de 3 milhões de residências em Cingapura. 

O projeto da fazenda de energia solar gigante possibilitará que Cingapura corte a emissão de até 11,5 milhões de toneladas de CO2 anualmente. O projeto deve começar a ser construído em 2023, com previsão de conclusão em quatro anos. 

Tags:
Fábio Lucas
Jornalista brasileiro, amo esportes, notícias e política. Já contribui em diversos outros portais relacionados a esportes, economia e informações regionais.
fwefwefwefwefwe