Faxineiro, operador de caixa: Veja os 10 cargos que mais abriram vagas de emprego nos últimos 12 meses

Fábio Lucas
por
-
27-09-2021 14:22:12
em Vagas de Emprego
vagas de emprego, oportunidades, pandemia, vagas, cargos Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Veja a lista dos 10 cargos que tiveram o melhor desempenho nos últimos 12 meses

A pandemia afetou drasticamente a economia do Brasil, deixando milhares de brasileiros desempregados e de olho em oportunidades de trabalho que surgem. Um levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o setor de serviços e ocupações relacionadas a atividades profissionais lideraram o ranking de geração de empregos no Brasil.

Os dados mostram que 8 das 10 atividades que mais abriram vagas de empregos nos últimos 12 meses são de serviços. As profissões de alimentador de linha de produção, faxineiro, auxiliar de escritório, vendedor do comércio e servente de obras lideram as profissões

PROFISSÕES QUE MAIS GERARAM VAGAS DE EMPREGO 

vagas de emprego, oportunidades, pandemia, vagas, cargos
Imagem de um supermercado repleto de frutas e verduras. Foto: IBGE
  • 1 – Alimentador de linha de produção – Saldo de empregos: 289.322; 
  • 2 – Vendedor de comercio varejista – Saldo de empregos: 201.302; 
  • 3 – Faxineiro – Saldo de empregos: 170.972; 
  • 4 – Auxiliar de escritório: Saldo de empregos: 154.283; 
  • 5 – Servente de Obras: Saldo de empregos: 147.627; 
  • 6 – Assistente administrativo: Saldo de empregos: 146.648; 
  • 7 – Motorista de caminhão: Saldo de empregos: 97.974 
  • 8 – Operador de caixa: Saldo de empregos: 95.066; 
  • 9 – Atendente de lojas e mercados: Saldo de empregos: 86.594; 
  • 10 – Técnico de Enfermagem: Saldo de empregos: 80.813. 

O saldo do CNC levou em consideração as adições e desligamentos nos últimos 12 meses. O encerramento aconteceu n mês de julho, entre mais de 2500 ocupações do Caged. 

Economia revela 41,2 milhões de empregos em 2021

Recentemente, o Ministério da Economia divulgou que o saldo total de trabalhadores empregados no país no mês de julho são de 41,2 milhões de pessoas, contra 38,1 milhões do mesmo período do ano passado. 

Por mais que a economia esteja crescendo alguma coisa, o mercado de trabalho não consegue empregar todas as pessoas que estão procurando emprego. Existem vagas sendo criadas, mas a geração não se tem dado no ritmo da procura”, disse Fabio Bentes. 

Um dos setores que mais se destaca na economia é o de serviços. O setor foi um dos mais afetados por conta das restrições da pandemia. Hoje, por conta do avanço da vacinação, o setor de serviços vem sendo um dos mais importantes na retomada da economia. 

Tags:
Fábio Lucas
Jornalista brasileiro, amo esportes, notícias e política. Já contribui em diversos outros portais relacionados a esportes, economia e informações regionais.
fwefwefwefwefwe