Empreendimento do Mega Porto de São Mateus entra em nova etapa

Mega porto em andamento

Projeto entra em momento de apresentação a sociedade com uma audiência pública para debate. Evento acontecerá em agosto na cidade de São Mateus

Conforme o Click Petróleo e Gás tem acompanhado as evoluções do mega projeto do Complexo Portuário de São Mateus (CPSM), as atualizações vão sendo postadas aqui na nossa página.
Após a assinatura em janeiro do contrato entre a Petrocity Portos e a Odebrecht para a construção do empreendimento, no Espírito Santo, chegou a vez de um audiência pública para debater o tema.

O evento acontecerá no dia 02 de agosto, às 18h30, no Sesc São Mateus e será uma excelente oportunidade para a população tirar as dúvidas e entender um pouco mais sobre o projeto da Petrocity.
Foram convidados para o debate, além da população de São Mateus, autoridades do leste de Minas, Sul da Bahia e do Norte e Noroeste do Espírito Santo.

O projeto vem sendo aguardado ansiosamente por toda a economia do estado do Espírito Santo, por ser visto como uma chance de recuperação da economia e recuperação dos empregos na região de São Mateus e adjacências.

O contrato é a maior obra da Odebrecht após a operação lava jato e na cerimônia também foram assinados os contratos com os operadores que estarão envolvidos no desenvolvimento das atividades e movimentação de cargas e comércio exterior no porto, além da apresentação da Estrada de Ferro Minas Espírito Santo – EFMES.

O empreendimento

Com investimentos da ordem de R$ 3,2 bilhões, o Centro Portuário de São Mateus terá seu principal contrato, no valor de R$ 2,1 bilhões com a Odebrecht.
O mega porto será composto de 6 berços, que somarão 2.360 metros para atracação, protegidos por quebra-mares constituídos de estrutura de caixão em concreto armado, ligados através de uma ponte de acesso de 1.800 metros de comprimento.

O presidente da Petrocity, José Roberto Barbosa da Silva, se mostrou otimista em relação a nova fase do projeto e em relação as mudanças implementadas, e declarou que, “Agora, já estamos na fase de avançarmos para iniciar a mobilização para construção do CPSM, assim que recebermos as licenças”, afirmou.

Leia também ! Siemens assina contrato de cinco anos com a petroleira inglesa BP !

Renato Oliveira

Sobre Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)