Petrocity e Odebrecht relatam evoluções no projeto do mega porto do Espírito Santo

Centro Portuário São Mateus

Cento Portuário de São Mateus (CPSM), no espírito Santo tem alterações no projeto e Petrocity e Odebrecht demonstram otimismo

Conforme o Click Petróleo e Gás informou, no último dia 17 de janeiro, foi assinado o contrato entre a Petrocity Portos e a Odebrecht para a construção do Centro Portuário de São Mateus, no Espírito Santo.
De lá para cá o projeto evoluiu e ganhou modificações que segundo a Odebrecht e a Petrocity possibilitarão uma maior eficiência nas operações.

Foram feitas mudanças na logística, em relação ao arranjo dos pátios e na ponte suspensa do porto que agora avançará 1,8 km a partir da praia.
Segundo o presidente da Petrocity, José Roberto Barbosa da Silva, esta mudança favorecerá a cabotagem em relação ao transbordo da carga e foi uma implementação realizada já contando com a cooperação da Odebrecht.

O presidente ressaltou ainda que a parceria com a Odebrecht foi de extrema importância pois a ponte suspensa possibilitará que as embarcações não se aproximem muito da praia, o que favorece a relação com o meio ambiente.

A diminuição da dragagem também foi citada como outra forma de impactar menos o meio ambiente já que o material a ser dragado diminuiu em 10% com a nova ponte.

Licenciamento ambiental

Para receber a licença e consequentemente a liberação para o início das obras o CPSM ainda espera o resultado da análise do material encaminhado para o órgão responsável.
Toda a mobilização para construção do Mega porto de São Mateus começará a partir daí garantiram a Petrocity e a Odebrecht.

Geração de empregos

O Presidente da Petrocity declarou que a partir de julho começará a receber dados e informações sobre empresas e profissionais que queiram contribuir com o projeto.

Segundo ele a Augusto Coelho fará a parte administrativa e a Odebrecht fará a questão do porto, mas que gostaria de contar com outras empresas que queiram agregar à Odebrecht, e abriu possibilidades para empresas das regiões norte e noroeste do Espírito Santo, leste de Minas Gerais e sul da Bahia.

A Petrocity Portos tem um link em seu site para ouvidoria onde os interessados podem buscar informações sobre o empreendimento ou até mesmo enviar seus emails e endereços para participar do projeto.

Veja também ! Shell e Constellation reuniram-se para conversar sobre o mercado de óleo e gás no Brasil !

Sobre Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)