Em meio à crise de chips, multinacional alemã Volkswagen remove central multimídia do Fox e o vende a preço mais convidativo no Brasil

Valdemar Medeiros
por
-
13-08-2021 12:43:34
em Logística e Transporte
Chips - multinacional - Volkswagen - Fox - Central multimídia- Central multimídia do hatch teve que ser retirada devido á escassez de matéria-prima – créditos: Volkswagen/Divulgação

A crise de chips semicondutores já atinge as principais montadoras da indústria automotiva e, para evitar prejuízos devido à escassez de matérias primas, a Multinacional Volkswagen removeu o painel multimídia das versões do Fox

Assim como várias montadoras, a Volkswagen está sofrendo com a crise de chips semicondutores no mercado automotivo. Na prática, a crise fez com que a multinacional cortasse equipamentos na produção de diversos dos seus veículos, como é caso do Fox, que teve seu painel multimídia removido e está sendo vendido sem o acessório nas suas duas versões.

Leia também

Central multimídia compatível com Android Auto e Apple Car Play

A central de multimídia que era vendida no Fox é a mesmo presente no Gol. O componente retirado devido à crise de chips semicondutores trazia uma tela sensível ao toque e compatibilidade com o Android Auto e Apple Car Play, colocando-se como uma das opções mais vantajosas do mercado automotivo.

No lugar da central multimídia, a multinacional não colocou nem mesmo um rádio simples, fazendo com que o modelo chegue ao mercado apenas com uma tampa de plástico. Embora o carro da Volkswagen venha sem o produto principal, ele chegará nas concessionárias com um desconto de R$ 1.560. Sendo assim, a versão Connect poderá ser comprada pelo valor de R$ 61.690 e a Xtreme sairá no valor de R$ 67.430, fazendo com que o compacto seja um dos veículos mais baratos da multinacional Volkswagen no Brasil.

Seu pacote de equipamentos também não é ruim, tendo em vista que de série ele já vem com direção elétrica, faróis de neblina com acendimento em curvas, chave canivete, piloto automático e vários outros toques modernos.

O modelo conta com um motor 1.6 8V, que dá ao veículo 104 cavalos no etanol e 101 cavalos na gasolina, com um torque de até 15,6 kgf/m, e ainda conta com transmissão manual de cinco marchas.

Crise de chips semicondutores prioriza modelos do SUV T-Cross

A retirada da central multimídia do Fox está ligada à crise de chips semicondutores, mas há outro motivo para que isso aconteça. De acordo com a multinacional Volkswagen, para conseguir atender à demanda de produção do SUV T-Cross. Foi necessário que todo o estoque de componentes fossem transferidos para a linha de produção do modelo.

Sendo assim, o veiculo, que é um dos mais vendidos da marca no Brasil, continua sendo fabricado. O Fox é produzido na unidade de São José dos Pinhais, no Paraná, junto ao T-Cross. As outras unidades da montadora, como as de Taubaté e de São Bernardo do Campo, ambas em São Paulo, continuam em funcionamento reduzido. Nelas, são produzidos os modelos Gol, Saveiro, Voyage e Nivus.

Unidades da Volkswagen adiam atividades de seus colaboradores devido a dos chips

Na unidade da montadora alemã em Taubaté (SP), o retorno ao trabalho aconteceu no dia 1º de agosto com apenas um turno de trabalho. Já na unidade de São Bernardo do Campo, os turnos estão suspensos desde o dia 19, com cerca de 1,5 mil funcionários em férias coletivas, devido à ausência de microchips. A previsão para o retorno das atividades era para o dia 9, mas foi prorrogada por mais 20 dias.

Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.
fwefwefwefwefwe