Com capacidade produtiva de cerca de 170 mil motores por ano e mais de 400 funcionários, fábrica da Toyota em Porto Feliz (SP) completa cinco anos superando desafios para se tornar referência em tecnologia e sustentabilidade

Flavia Marinho
por
-
12-08-2021 07:06:38
em Indústria e Construção Civil
toyota - corolla - etios - ford - produção - preço - sp - férias coletiva Fábrica Toyota Porto Feliz – SP / Imagem Toyota Brasil

Fábrica da Toyota em Porto Feliz passou a ser a primeira operação fora da Ásia a produzir motores da plataforma TNGA e quase dobrou a capacidade produtiva com a chegada do Novo Corolla

A multinacional fabricante de veículos Toyota do Brasil celebra o quinto aniversário de sua planta em Porto Feliz (SP), única fábrica da marca na América Latina e Caribe a produzir motores. Vital no plano de crescimento sustentável na região, atualmente supre as linhas de montagem em Sorocaba (SP), onde são fabricados os modelos Etios (somente exportação), Yaris e Corolla Cross, e em Indaiatuba (SP), linha do Corolla sedã.

Leia também

Nesta meia década de operações, a unidade foi responsável por desenvolver 20 atividades ambientais, as quais incluíram a redução de 56% de resíduos, 32% na emissão de CO2 e 42% na utilização de água no processo de produção. Essas iniciativas renderam reconhecimento internacional da Toyota Motor Corporation, que apontou Porto Feliz como a planta mais limpa do Grupo, contribuindo com a estratégia global de neutralizar o carbono até 2035.

Planta da Toyota em Porto Feliz (SP) tem capacidade produtiva de cerca de 170 mil motores por ano

Com capacidade produtiva de cerca de 170 mil motores por ano, a unidade segue o mesmo conceito de ecofactory utilizado na fábrica de Sorocaba (SP). O princípio consiste em reduzir anualmente a emissão de resíduos gerados, compostos orgânicos voláteis (VOCs) e emissões de CO2, além de maximizar a reutilização das águas pluviais e a preservação da área de mata nativa.

“Porto Feliz é um exemplo de como estamos comprometidos com o processo de neutralidade de carbono, mesmo expandindo nossas atividades produtivas”, diz o gerente-geral da planta, Gilberto Paulino.

Fruto de um investimento inicial de R$ 580 milhões, a unidade produtiva já passou por expansão e modernização, com aporte de R$ 600 milhões, para a produção do mais recente lançamento da Toyota, o motor 2.0L Dynamic Force, montado sobre a plataforma TNGA, que equipam o novo Corolla Cross e o Corolla. Em sua curta história, a unidade se torna um marco na operação latino-americana da Toyota, reunindo atributos das plantas mais modernas, produtivas e sustentáveis da companhia em todo o mundo.

A habilidade dos mais de 400 colaboradores da unidade permitiu à Toyota superar várias etapas no desafio de sustentar o crescimento do portfólio em um período tão desafiador. A unidade inaugurou a produção com motores Dual VVTi, de 1.3L e 1.5L para o compacto Etios, à época ainda comercializado no Brasil, além de Argentina, Paraguai, Peru e Uruguai.

Com a chegada do Novo Corolla, em 2019, fábrica da Toyota em Porto Feliz quase dobrou a capacidade produtiva

Com a introdução do Yaris, em meados de 2018, que utiliza a mesma tecnologia empregada no Etios, era natural o aumento de produção na linha para abranger a oferta. Com a chegada do Novo Corolla, em 2019, que adicionou uma nova plataforma ao line-up, a TNGA, Porto Feliz quase dobrou a capacidade produtiva e diversificou sua linha de produtos.

“De 2016 até hoje, superamos os obstáculos de um período bem desafiador para a indústria e todo o Brasil. Com nosso plano de longo prazo, adicionamos novos projetos em nossa linha, mesmo com as crises consecutivas nos últimos quatro anos, por estarmos armados com alta tecnologia em produção e uma equipe habilidosa para fazer frente ao crescimento do portfólio da Toyota no Brasil”, aponta Paulino.

Paulino descreve que, em Porto Feliz, a Toyota possui a mais avançada e inovadora tecnologia de processos de produção, além de deter elevado grau de automação industrial, congregando máquinas de altíssima precisão dentro de cada estágio da linha de montagem, com a utilização da inédita tecnologia à laser de eletrodeposição de material de alta resistência no assentamento das válvulas do motor Dynamic Force.

Para garantir a qualidade no fim do processo, ela conta com dispositivos para realização de testes com simulações em 100% dos motores e laboratório avançado para análise de performance e durabilidade. Todos estes elementos garantem qualidade superior aos motores produzidos. Além disso, ela é uma das primeiras unidades fabris da Toyota a incluir todos os três processos industriais dentro de um único local (fundição, usinagem e montagem).

Produção e exportação

Porto Feliz passou a ser a primeira operação fora da Ásia a produzir motores da plataforma TNGA, que equipam o Corolla sedã e o SUV Corolla Cross. Além da nova plataforma, também são produzidos propulsores flex fuel e a gasolina, Dual VVTi, de 1.3L e 1.5L, para os modelos Yaris e Etios, tanto hatch quanto sedã. No total, já foram produzidos mais de 630 mil propulsores desde a inauguração da planta.

Com a possibilidade de entregar ao mercado veículos 100% fabricados no Brasil, a Toyota foi capaz de desenvolver seu crescimento e expandir sua presença na Argentina, Chile, Peru, Paraguai, Uruguai, Equador, entre outros países da América Latina e Caribe.

Toyota suspende temporariamente produção em fábrica de Sorocaba SP

A Toyota do Brasil informa que realizará a suspensão temporária da produção em sua fábrica de Sorocaba, onde são produzidos os modelos Yaris (hatch e sedã), Corolla Cross e Etios (somente para exportação) entre os dias 18 e 27 de agosto de 2021. A unidade de Porto Feliz, responsável pela produção dos motores 1.3L e 1.5L do Yaris e Etios e do propulsor 2.0L TNGA do Corolla e Corolla Cross, também será parcialmente afetada.

Apesar de todos os esforços que temos realizado ao longo do tempo para gerenciar a falta de insumos que afeta a cadeia de suprimentos global, provocada pela pandemia de Covid-19, nesse momento uma parada é inevitável.

Os colaboradores afetados pela paralisação entrarão em férias coletivas neste período, com o retorno às atividades programado para o dia 30 de agosto. As demais unidades da Toyota no Brasil, localizadas em São Bernardo do Campo e Indaiatuba, permanecem com suas atividades normais.

A Toyota do Brasil está presente no País há mais de 60 anos. Possui quatro unidades produtivas localizadas nas cidades de Indaiatuba, Sorocaba, Porto Feliz e São Bernardo do Campo e emprega mais de 5 mil pessoas. Em 2020, lançou a Kinto, sua nova empresa de mobilidade, para oferecer serviços como aluguel de carros e gestão de frota para uma sociedade em transformação. Também reforçou sua marca Gazoo, por meio de iniciativas que desafiam a excelência dos seus veículos. Tem como missão produzir felicidade em larga escala e, para isso, está comprometida em desenvolver carros cada vez melhores e mais seguros, além de avançar nas soluções de mobilidade. A empresa contribui com a sociedade por meio do próprio negócio, com ações que visam diminuir o risco de acidentes, melhorar o tráfego de veículos e aumentar o uso de energias renováveis, e como boa cidadã corporativa. Junto com a Fundação Toyota do Brasil, tem iniciativas que repercutem nas 17 metas de desenvolvimento sustentável. Mais informações no site da empresa

.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe