Baixos salários em empresas da indústria offshore desperta desinteresse de trabalhadores do ramo

Valdemar Medeiros
por
-
08-03-2021 10:09:58
em Petróleo, Óleo e Gás
Salários - indústria - offfshore Indústria offshore

Colaboradores da indústria offshore de petróleo e gás reclamam de salários baixos e condições insalubres de trabalho

Segundo informações a indústria offshore não vem agradando os trabalhadores, os salários abaixo da média, as empresas offshore estão pagando quase um salário mínimo, e retirando direitos dos funcionários.

Leia também

Há vários relatos de funcionários descontentes com as empresas da indústria offshore, em relação ao teto salarial.

Colaboradores reclamam dos salários baixos na indústria offshore

“Fiz uma ligação para o CFT do Espírito Santo, e me disseram, que ele não poderia estipular um teto mínimo para classe dos trabalhadores offshore, perguntei porque esta mudança do CREA para o CFT, se não podem fazer nada por nós, perguntei, se o CFT foi criado só pra ganhar dinheiro, pois as anuidades estão muito cara para não fazer nada para classe dos Técnicos Industriais, o cara não gostou, não sei se a ligação caiu, ou se ele, desligou, pois estava falando com ele se eles não podem lutar por um salário mínimo para nós, era melhor ficar no CRA pois a carteira e mais bonita, pelo menos isso. Porque continuamos sem ter um órgão para nos representar.” Disse Élio de Oliveira Westphal, Técnico em Elétrica.

“Empresas da indústria ofertando R$1,540 a um técnico que se dedicou no mínimo 2 anos depois de formado em ensino médio para obter um CFT … estar constantemente sendo cobrado e ainda até mesmo processado por ter em sua responsabilidade milhões em valores e vidas por algum erro!”

PL 11710/2019 a favor dos técnicos industriais e agrícolas

No dia 26 de março de 2019 o deputado federal Giovani Cherini (PR-RS) protocolou na Câmara dos Deputados o PL nº 1710/2019, que estabelece salários de 4.990,00 para os Técnicos Industriais e Agrícolas devidamente inscritos no conselho profissional; no caso dos Técnicos Industriais, no CFT – Conselho Federal dos Técnicos Industriais e nos CTRs – Conselhos Regionais dos Técnicos Industriais, constituídos pela Lei nº 13.639/2018. Pela proposta, os salários deveram ser atualizados anualmente de acordo com a variação do INPC – Índice Nacional de Preços ao Consumidor.

A aprovação do piso salarial constituiu uma das maiores reivindicações dos técnicos; de autoria do senador Álvaro Dias (PSDB-PR, na ocasião) o PL nº 2.861/2008, apensado a outros projetos correlacionados, passou pelo Senado Federal e chegou a ser aprovado na CTASP – Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados.

“Assegurar um salário condizente com a função é reconhecer o papel fundamental que os técnicos exercem, e aprofundar nas conquistas alcançadas com a promulgação da Lei nº 13.639/2018”, defende, justificando que o valor equivalente a aproximadamente cinco salários mínimos é um patamar remuneratório adequado ao desenvolvimento das atividades dos técnicos.

Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.
fwefwefwefwefwe