A multinacional Ford tira o SUV EcoSport e Ka de linha e Ranger vira o Ford mais barato do Brasil

Flavia Marinho
por
-
07-04-2021 13:56:11
em Indústria e Construção Civil
Renault - Ford - Ranger - EcoSport - Ka - bosch - Chevrolet - Honda - Audi - nissan - fábricas - são paulo - veículos Site Ford no Brasil

Ford encerra produção de veículos no país e família Ka e o SUV EcoSport já não aparecem mais no site da multinacional no Brasil deixando o mercado em definitivo com o fim dos estoques

Acaba de acontecer o último capítulo do fim da produção da Ford no país, anunciado em janeiro. Na última sexta-feira (02/04),o veículos Ka, Ka Sedan e EcoSport não aparecem mais no site da multinacional e oficialmente saíram de linha no Brasil. Agora, o Ford mais barato do Brasil é a picape Ranger, que parte de R$ 166.790 na versão XL Cabine Simples 2.2 Diesel 4×4 manual. Após montadoras paralisarem fabricação de veículos em 29 fábricas no Brasil, Volkswagen e Toyota retornam produção no país.

Leia também

Vale reforçar que a Ford não deixou de vender carros aqui no Brasil: ela passa a oferecer apenas modelos importados, como Ranger, Territory e Mustang, além dos próximos lançamentos anunciados Bronco, Transit e Mustang Mach 1.

A Fenabrave ainda não divulgou os números de vendas em março, mas, tanto Ka, como EcoSport, estavam em queda livre nos emplacamentos, fruto de estoques cada vez menores e de desconfiança do consumidor, apreensivo com possíveis desalorizações mais altas.

O próximo Ford que vem por aí

O Ford Bronco teve seu lançamento no Brasil confirmado para maio, disponível em três carrocerias (Bronco 2 portas, Bronco 4 portas e Bronco Sport). Ele deverá chegar inicialmente na configuração Bronco Sport, com motores turbo.

A Ford divulga o primeiro teaser do Bronco, um vídeo em que confirma o mês de maio como data de chegada do novo SUV ao Brasil

Está confirmado também o Mustang Mach 1, uma edição limitada com motor V8 de 486 cv desenvolvida para as pistas. Vale lembrar que já estava prevista também a chegada da linha Transit, anunciada recentemente, com produção no Uruguai.

Depois da Ford, as multinacionais Renault e Nissan podem fechar suas fábricas no Brasil e indústria automotiva pode entrar em colapso no país

Após a saída da montadora Ford do Brasil, a crise global de suprimentos e a pandemia fez fábricas de automóveis como Chevrolet, Honda, Audi (Volkswagen), Scania, Volvo e Mercedes-Benz suspenderem também a produção de veículos. Agora, segundo a informação passada pelo Carlos Ghosn, as multinacionais Renault e Nissan podem fechar suas fábricas no Brasil e indústria automotiva pode entrar em colapso no país.

O mercado brasileiro de automóveis caiu de 4 milhões de unidades/ano, para apenas 2 milhões, disse o ex-presidente da Nissan Ghosn.

“Os mais fracos vão sair do Brasil, o que sempre acontece em grandes crises. Dentre os mais fracos, cito a Aliança (entre Nissan e Renault), porque para competir no Brasil é preciso ter uma montadora forte, com vontade de superar os ciclos específicos da economia local, e, se a empresa não tem essa vontade, vai ficar o tempo inteiro saindo e entrando do país, demitindo e contratando, parando e retornando. Esse stop and go é muito ruim para a marca e para os empregados”, afirma Ghosn.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe