A Multinacional Cummins, famosa por seus motores a diesel planeja investir pesadamente em células de combustível para transporte e outros mercados

Cumins - diesel - combustível Usina de combustível movido a hidrogênio dos EUA

Cummins, uma empresa famosa por motores a diesel, planeja expandir seus negócios de célula de combustível e produção de hidrogênio e se solidificar ainda mais como líder global em energia

Cummins, uma empresa famosa por motores a diesel, planeja expandir seus negócios de célula de combustível e produção de hidrogênio e solidificar ainda mais a empresa como líder global em energia.

Leia também

“À medida que o mundo faz a transição para um futuro de baixo carbono, a Cummins tem força financeira para investir em tecnologias de combustível e produção de hidrogênio e bateria, bem como motores avançados a diesel e gás natural”, disse o presidente e CEO Tom Linebarger.

Planos para o mercado de diesel  da multinacional Cummins

A Cummins descreveu especificamente seus planos para gerar receitas de eletrolisadores de pelo menos US $ 400 milhões em 2025 no que tange ao mercado de Diesel. Membros da equipe de liderança da Cummins revisaram o portfólio e a estratégia de hidrogênio existente da empresa e discutiram oportunidades de mercado específicas em uma conferência virtual realizada hoje com a comunidade de investidores.

“A demanda por eletrolisadores está crescendo rapidamente com a oportunidade de utilizar hidrogênio verde para substituir o hidrogênio cinza menos ecologicamente correto em processos industriais no mercado de combustível, enquanto o interesse em células de combustível está crescendo em certos mercados finais”, disse Amy Davis, presidente, Novo Segmento de Energia, Cummins Inc.

“A Cummins está participando de mercados onde vemos a adoção antecipada dessas tecnologias a diesel, alavancando nossa liderança em tecnologia, relacionamento com o cliente, conhecimento de aplicação e serviços globais e recursos de suporte. Também continuamos a investir em novas tecnologias, como células a combustível de óxido sólido, que são promissoras em aplicações de energia estacionária. ”

Reduzindo o nível de carbono da atmosfera

Os líderes da Cummins também compartilharam além dos seus planos para o mercado de diesel como o hidrogênio verde e as células de combustível terão um papel crítico na redução de gases de efeito estufa e emissões atmosféricas das indústrias que atende para atender às recomendações de especialistas para limitar os aumentos de temperatura global em linha com o Acordo de Paris.

Eles também compartilharam que esperam que a adoção da tecnologia de célula de combustível leve tempo à medida que as tecnologias continuam a se desenvolver e os custos reduzem no mercado do diesel. Eles acrescentaram que a infraestrutura é uma barreira atual e exigirá ação e envolvimento da indústria privada e do governo para aumentar o ritmo de adoção de soluções de células de combustível de hidrogênio.

“A produção de hidrogênio verde e a adoção de tecnologias de células de combustível em mercados atendidos por combustíveis fósseis hoje serão essenciais para reduzir as emissões de gases de efeito estufa em todo o mundo e também permitirão à Cummins atingir a neutralidade de carbono até 2050”, acrescentou Linebarger. “Continuaremos a trazer produtos de célula de combustível de hidrogênio ao mercado e já temos muitos produtos em campo, incluindo caminhões rodoviários , ferroviários, marítimos e outras aplicações, bem como centenas de eletrolisadores”.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.