Montadora Volkswagen inaugura o seu 1° centro de peças adotando 100% % de energia renovável no Brasil

Valdemar Medeiros
por
-
08-09-2020 10:25:06
em Energia Renovável
Montadora - Volkswagem - energia renovável Montadora alemã VW

A montadora Volkswagen tem como principal objetivo, fazer o uso de energia renovável para diminuir e quem sabe até mesmo neutralizar a emissão de poluentes até 2030 em suas montadoras no Brasil

O primeiro centro de peças da montadora Volkswagen que irá adotar aos parâmetros do uso de 100% % de energia renovável está situada em SP, o Centro de peças da líder de mercado opera desde junho deste ano com o uso da energia renovável.

Leia também

Economia, redução de carbono e muito mais com o novo centro de peças da montadora Volkswagen

Muito mais que apenas reduzir o nível de toxidade com os seus produtos, a Volkswagen também passa a economizar cerca de 6% em sua conta de luz, isso apenas nesse pequeno período de tempo em que faz uso da energia renovável.

A ideia da montadora é reduzir ainda mais as suas despesas no que diz respeito a energia elétrica, a Volkswagen deseja reduzir 40% dos seus custos em um período de 05 anos.

A montadora prevê possíveis investimentos no ramo da energia renovável

Apesar de muitos levarem o fato apenas como uma compra e adequação da montadora para uma politica renovável, a verdade é que a VW também pensa em investir em eficiência energética, o objetivo é que a empresa tenha mais de 700 iniciativas de uso de energia renovável apenas no Brasil.

O diretor de planejamentos afirmou que irá manter sua atuação nas linhas de negócio mais tradicionais e não irá investir em projetos sem perspectivas de resultados financeiros. “É uma meta de descarbonização dentro de um cronograma, não significa que vamos entrar em qualquer projeto com resultados que não sejam claros. Continuamos atuando em todas as frentes.”

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.