Novas usinas eólicas no Nordeste ganham aval da Aneel e entram em operação nos estados da Bahia, Ceará e Piauí

Flavia Marinho
por
-
12-04-2021 10:39:40
em Energia Renovável
usinas - turbinas - vortex - WEG - GE Renewable - pás eólicas - bahia - ceará - piauí - emprego Usinas eólicas no Nordeste brasileiro / Fonte: Reprodução Google

Usinas eólicas recebem aval da Aneel para entrar em operação nos estados da Bahia, Ceará e Piauí, firmando o Nordeste líder em energia renovável

Não é a toa que o Nordeste é líder nacional em energia renovável! A Aneel, Agência Nacional de Energia Elétrica liberou a operação de muitas usinas eólicas nos estados da Bahia, Ceará e Piauí. O início da operação comercial teve início em 07 de abril último e as autorizações foram publicadas no Diário Oficail da União. Fique por dentro, a Primeira usina nuclear do mundo árabe, a Barakah, entra em operação!

Leia também

Somente no estado da Bahia tiveram o aval da Aneel as unidades geradoras UG1 a UG8, de 2,35 MW cada, da usina eólica EOL Corrupião 2, localizada no município de Pindaí, de titularidade da Eólica Pindaí II.

Também foram liberadas no estado baiano, as unidades UG1 a UG7, de 4,2 MW cada, da EOL Campo Largo XVII, no município de Sento S. Também na Bahia, no município de Pindaí, foram liberadas as usinas eólicas UG1 a UG7, de 2,350 MW cada, da EOL Inhambú 2.

No Ceará foram liberadas pela Aneel as unidades UG5 a UG7, de 4,2 MW cada, da EOL Serrote VII. Localizada no município de Trairi.

No Piauí, tiveram o aval da Agência as unidades geradoras UG1 a UG15, de 3,15 MW cada, da usina EOL Ventos de Santa Ângela 17. Localizada no município de Lagoa do Barro do Piauí. E por último, foram liberadas as UG1 a UG10, de 3 MW cada, no município de Queimada Nova.

Turbinas sem pás podem revolucionar usinas eólicas e mudar o mundo da energia renovável

Vortex Bladeless, uma start-up tecnológica com sede na Espanha, está desenvolvendo turbinas de energia eólica que não necessitam de pás (ou hélices). Um dos objetivos é que se consiga utilizar estas turbinas em espaços urbanos e residenciais, onde o impacto de parques ecológicos fosse demasiado grande. Parecida com um “canudo gigante”, segundo seus criadores, ela veio para mudar o mundo da energia renovável.

Turbina sem pás (ou hélices) pode ser o futuro da eólica e da energia renovável. A Vortex Bladeless afirma que a turbina não é um perigo para os padrões de migração de aves, ou para a vida selvagem, especialmente se utilizada em ambientes urbanos. Adicionalmente, afirma que o ruído criado seria numa frequência praticamente indetetável para os seres humanos.

Assista o funcionamento da Turbina Vortex Bladeless

Nova fábrica de pás eólicas da GE Renewable contribui para o desenvolvimento da maior usina de energia eólica offshore do mundo

A construção de uma nova fábrica de pás eólicas offshore por parte da GE Renewable Energy irá contribuir para o desenvolvimento da maior usina de energia eólica offshore do mundo, a Dogger Bank, localizado no Reino Unido.

Sendo construída no noroeste da Inglaterra em uma pequena cidade chamada Teesside, a nova fábrica de pás eólicas da GE tem como objetivo a produção para aerogeradores das usinas de energia eólica offshore de 107 metros de comprimento usadas nas Haliade-X da GE, uma produção que irá ficara cargo da LM Wind Power.

Está previsto para 2023 o funcionamento da nova fábrica de pás eólicas, construída pela GE, sendo que irá contribuir para a criação de aproximadamente 750 empregos diretos nas energias renováveis e cerca de 1500 empregos indiretos na área da sua implementação.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.