UMS Olympia inicia viagem para a Bacia de Campos onde vai dar apoio a P50

UMS Olympia

Flotel da GranIHC volta a atividade, depois de reparos no Porto do Açu, e prestará serviço de apoio a P50 antes de seguir para o campo de Peregrino, trabalhar para a Equinor

A UMS Olympia, da GranIHC, partiu na última terça-feira (25/6) do Porto do Açu, no norte fluminense, para realizar alguns testes no mar antes de seguir viagem para o campo de Albacora Leste, na Bacia de Campos.
O contrato a ser cumprido pela embarcação é com a Petrobras, mais precisamente irá apoiar as atividades no FPSO P50, instalado no campo.

A previsão para que o flotel da GranIHC entre em operação é na segunda-feira (1/7), trabalhe até o final de novembro e logo depois já terá outra missão a cumprir, desta vez com a Equinor, apoiando atividades de implementação da fase 2 da companhia no campo de peregrino.
O contrato com a Equinor, tem previsão de iniciar no final de dezembro, e será de 6 meses, apoiando atividades de prolongamento da vida útil produtiva do ativo, inclusive com a instalação de mais uma WHP (WellHead Platafform), hoje lá operam 1 FPSO além das 2 WHP’s.

UMS Olympia

O flotel da GranIHC tem um histórico de bons serviços prestados às petroleiras. Sua última campanha terminada em dezembro passado, foi para a Petrobras apoiando, durante uma ano, as atividades de Revamp da plataforma fixa de gás do campo de Mexilhão.

Antes de seguir para estes dois contratos (com a Petrobras e com a Equinor), o Flotel Olympia estava no Porto do Açu passando por manutenção preventiva e está seguindo viagem, para a bacia de Campos, com sua própria propulsão.

O contrato com a Petrobras foi assinado em junho, depois de ter ganho uma concorrência, em fevereiro, para prestar serviços de apoio à Petroleira.
Estima-se no mercado que o Olympia estria afretado á uma taxa diária de US$ 47 mil.

Leia também ! Shell liberada para perfurar em Gato do Mato, no pré-sal da Bacia de Santos !

Renato Oliveira

About Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)