Início Tecnologia do 5G chegou nas regiões de Belo Horizonte, João Pessoa e Porto Alegre nesta sexta-feira, 29, segundo a Anatel

Tecnologia do 5G chegou nas regiões de Belo Horizonte, João Pessoa e Porto Alegre nesta sexta-feira, 29, segundo a Anatel

30 de julho de 2022 às 20:28
Compartilhe
Siga-nos no Google News
5G, anatel, tecnologia
Foto: reprodução pixabay.com

De acordo com dados da Anatel, cerca de 70 aparelhos oferecem suporte para a nova tecnologia do 5G

O 5G ficou disponível nesta sexta-feira, 29, nas regiões de Belo Horizonte, João Pessoa e Porto Alegre. Essa nova tecnologia garante uma melhora na velocidade e também promete menos atraso nas respostas dos processos com baixa latência, conforme os dados da Anatel.

Para ter acesso à nova tecnologia, os habitantes precisam ter um aparelho compatível com o 5G, de acordo com o site CNN Brasil.

Artigos recomendados

Regiões que já possuem o 5G

A capital federal Brasília foi a primeira cidade do Brasil a receber a tecnologia do 5G, em 6 de julho de 2022. De acordo com a Anatel, aproximadamente 391 municípios ainda não contam com a nova tecnologia, o que é equivalente a 7% das cidades do país.

Apesar disso, o plano da Anatel é fornecer a tecnologia a todas as capitais do país, até o dia 29 de setembro. Para os municípios que têm população igual ou superior a 500 mil habitantes, a previsão é de que a tecnologia do 5G chegue a partir de 1º de janeiro de 2023.

No princípio do mês de julho, os Ministérios das Comunicações e a Anatel declararam que a cidade de São Paulo também iria receber o 5G juntamente com as outras capitais. Contudo, esse fato não acontecerá por enquanto, de acordo com o conselheiro da Anatel e presidente do grupo responsável por acompanhar a implementação da tecnologia do 5G no Brasil, Moisés Moreira. O conselheiro declarou também que é esperado que as regiões urbanas possam contar com a tecnologia do 5G até janeiro de 2026.

Dados da Accenture exibem que a implementação do 5G em países que fizeram o leilão antes do Brasil tiveram impactos econômicos positivos, com novas oportunidades de produtos, serviços e modelos de negócios.

Aparelhos compatíveis com a tecnologia

Até agora, segundo dados da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), cerca de 70 modelos fornecem suporte para o 5G.

Se o dono do celular quiser ter certeza se o acesso ao 5G é possível, especialistas recomendam entrar em contato com a operadora. Outro caminho é inspecionar o código de homologação estampado no chassi, ou no manual do aparelho.

Até o momento somente os produtos homologados pela Anatel podem utilizar o 5G e a distribuição da tecnologia também depende das operadoras, sendo que não são todos os bairros que vão ter acesso ao 5G. Portanto, mesmo que a pessoa possua um aparelho compatível com a tecnologia, pode ser que ela não consiga se conectar.

De acordo com a Anatel, “cada operadora possui sua estratégia de implantação e expansão da rede, sendo assim, é comum que nem todas as operadoras atendam todos os bairros e regiões”.

A Anatel recomenda ainda que as pessoas entrem em contato com as fornecedoras de serviços de telefone para saberem se uma determinada região terá a rede disponível.

Anatel poderá distribuir antenas para famílias carentes se o 5G interferir no sinal dos aparelhos parabólicos destas

De acordo com a Gaispi (Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência), alguns testes preliminares foram feitos nas três capitais para identificar e estabelecer a possibilidade que o sinal do 5G possui de afetar a recepção das antenas parabólicas residenciais ou mesmo sistemas profissionais, como sinais por satélite.

Para solucionar possíveis interferências, a Anatel gerou um programa para distribuir, gratuitamente, às famílias carentes das capitais do Brasil, registradas no Cadastro Único e que utilizem antenas parabólicas da chamada Banda C, kits contendo novas antenas digitais, conversores e cabos.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes