Presidente do Bndes quer gás natural como combustíveis nos caminhões

gás natural como combustível

Sugestão foi dada por Joaquim Levy e visa baratear o custo dos transportes no país, juntamente com a da implantação de um trem de alta velocidade ligando São Paulo a Campinas.

Durante um almoço com empresários o presidente do BNDES Joaquim Levy, sugeriu que o Diesel seja substituído pelo gás natural como combustível dos caminhões.
Segundo o executivo, a medida reduziria o preço dos transportes no país e lembrou que a China já faz uso do gás natural em seus caminhões para o transporte de cargas.

A sugestão de Joaquim Levy vem quase uma semana depois que o presidente Bolsonaro vetou o aumento do Diesel e solicitou um melhor esclarecimento á Petrobras dos cálculos do aumento.
A intervenção do Presidente fez a Petrobras perder R$ 14 bilhões em duas horas devido a uma desvalorização de 5% nas suas ações.

Trem bala

Uma outra sugestão dada pelo presidente do Bndes, se refere a implantação de um “trem bala” que ligasse os aeroportos de Viracopos em Campinas a São Paulo e um trem direto que ligasse Guarulhos e São Paulo.
A ideia é facilitar a movimentação entre os maiores aeroportos de São Paulo e fazer outras obras de infraestrutura, aproveitando o bom momento econômico de juros baixos, disse ele.

Vale a pena lembrar que o projeto do trem vem desde os tempos do governo de Dilma Rousseff de quem foi ministro na época.
Para implantar sua sugestão de usar o gás natural como combustíveis nos caminhões, seria necessário, segundo Levy, a quebra do monopólio de distribuição do gás, hoje controlado pelos estados.

“Se conseguirmos abrir esse mercado, teremos inúmeras oportunidades”, afirmou ressaltando ser necessário uma mudança de legislação no congresso.
O presidente do Bndes seguiu afirmando que o uso do gás natural em termelétricas não é tão eficiente quanto o uso em outras indústrias, como por exemplo na de fertilizantes e no setor químico.

Na reunião de ontem em Brasília, o governo diz que responsabilidade do preço do diesel é da Petrobras e que a mesma é soberana para decidir ! Acesse aqui a matéria completa !

Um passo simples para se trabalhar embarcado mas poucos conhecem...

Um dos mercados mais almejados para profissionais que desejam trabalhar no mar é o offshore, principalmente em navios de cruzeiro, embarcações de apoio e marcantes. As escalas de trabalho são diferenciadas, podendo-se trabalhar apenas 6 meses e folgando mais 6. Assista o vídeo revelador que têm ajudado muitas pessoas no Brasil a ingressar neste mercado aqui.
Posted Under
Sem categoria
Paulo Nogueira

Sobre Paulo Nogueira

Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.