Sem dívidas e com dois bilhões de reais em caixa, a petroleira brasileira Enauta quer ir às compras

Flavia Marinho
por
-
22-10-2020 11:24:22
em Petróleo, Óleo e Gás
Enauta petróleo e gás Enauta enxerga oportunidades em campos maduros à venda pela gigantes do petróleo, em meio a um cenário de preços baixos trazido pela pandemia de coronavírus

Enauta enxerga oportunidades em campos maduros à venda pela gigantes do petróleo, em meio a um cenário de preços baixos trazido pela pandemia de coronavírus

Décio Oddone, o novo presidente da brasileira Enauta, assumiu o comando da companhia em setembro com cerca de 2 bilhões de reais em caixa para restaurar seu portfólio e já quer ir às compras.EUA investirá no Brasil 1 bilhão de dólares em projetos de óleo e gás, infraestrutura, mineração, reforma da usina nuclear Angra 1 e telecomunicação

Leia também

Focada em águas profundas, a petroleira está se desfazendo de um de seus únicos dois ativos operacionais – o campo de gás natural de Manati, na Bahia e está aberta a oportunidades em águas rasas e áreas terrestres, à parte de seus investimentos mais tradicionais em águas profundas, afirmou Oddone.

“A missão agora é restaurar portfólio”, disse Oddone, que assumiu o comando da Enauta após atuar por quatro anos como diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A Enauta pretende perfurar o primeiro poço em seus nove blocos em parceria com Exxon Mobil e Murphy Oil no segundo semestre de 2021, acrescentou o executivo.

“A missão agora é restaurar portfólio”, disse Oddone, que assumiu o comando da Enauta após atuar por quatro anos como diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Os campos maduros colocados no mercado à medida que gigantes do petróleo se ajustam a um cenário de preços mais baixos da commodity, trazido pela pandemia de coronavírus, cria oportunidades para uma produtora sem dívidas e com alta liquidez, disse Oddone, acrescentando que a empresa tem preferência por ativos que possa operar.

Investimentos da Enauta

A Enauta produziu 15 mil barris de óleo equivalente por dia no terceiro trimestre, incluindo a produção de gás natural de sua fatia no campo de Manati, vendida à Gas Bridge em agosto por 560 milhões de reais.

A maior parte da produção da Enauta provém do campo de Atlanta, localizado em águas profundas no litoral brasileiro. Planos para contratar uma nova plataforma para Atlanta, antes previstos para agosto, foram adiados após a queda nos preços internacionais do petróleo e, atualmente, não têm data definida.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.