Gas Bridge compra 45% da participação da Enauta no campo de gás natural Manati, na Bahia

Flavia Marinho
por
-
17-08-2020 10:41:21
em Petróleo, Óleo e Gás
Gas Bridge compra 45% da participação da Enauta no campo de gás natural Manati, na Bahia Previsão é que Enauta embolse 3 bilhões de reais pela venda de sua totalidade no campo de gás natural Manati, na Bahia. Mas valor pode ser modificado dependendo de condições regulatórias e comerciais

Previsão é que Enauta embolse 3 bilhões de reais pela venda de sua totalidade no campo de gás natural Manati, na Bahia. Mas valor pode ser modificado dependendo de condições regulatórias e comerciais

Enauta Energia vendeu a Gas Bridge a totalidade de sua participação (45%) no campo de gás natural de Manati, em águas rasas da Bacia de Camamu, na Bahia. O comunicado ocorreu no último domingo (17/08) pela Enauta. Navio petroleiro rumo ao Brasil se partiu em dois e derrama quase mil toneladas de petróleo em recife nas Ilhas Maurício

Leia também

O acordo envolve 560 milhões de dólares, o equivalente a cerca de 3 bilhões de reais, disse a Enauta, destacando que o valor está sujeito à superação de condições contratuais e “pode ser aumentado dependendo de certos eventos e condições regulatórias e comerciais”.

Enauta disse ainda que, pelos termos do acordo, o fluxo de caixa referente ao campo de gás natural de Manati permanecerá com a companhia até 31 de dezembro deste ano

“Estima-se que todos os atos necessários para conclusão do contrato, incluindo o pagamento do preço de compra, sejam realizados até 31 de dezembro de 2021”, acrescentou a Enauta Energia no comunicado.

O campo de gás natural de Manati, em águas rasas da Bacia de Camamu, na Bahia, é uma das duas fontes de receita da Enauta Energia, que também opera o campo de Atlanta, em águas profundas da Bacia de Santos.

A Enauta reportou lucro líquido consolidado de R$ 127,8 milhões no segundo trimestre. O resultado representa um salto de 526% sobre o mesmo período do ano passado.

Mesmo naquele que é considerado o pior trimestre do ano, devido à pandemia de coronavírus, a petrolífera conseguiu elevar sua produção diária, em relação ao trimestre anterior e ao mesmo período de 2019.

A produção diária de petróleo foi de 14,6 mil barris equivalentes, e a de gás, de 3,2 mil barris equivalentes. No primeiro trimestre, os volumes foram de 11,4 mil e 5,7 mil, respectivamente.

Sobre a Gas Bridge

A Gas Bridge é uma sociedade criada por João Carlos de Luca, ex-diretor da Petrobras e ex-presidente do IBP, Marco Tavares, fundador da Gas Energy, e Esteban Papanicolau, que foi líder do desenvolvimento de novos negócios da Nova Gas International e da TransCanada Pipelines no Cone Sul nos anos 90. É a entrada da empresa em ativos de produção de gás. 

A Gas Bridge também tem se movimentado para trazer gás boliviano para o Brasil. A empresa, junto com a Compass, do grupo Cosan,  foi habilitadas pela TBG na segunda chamada pública para contratação de capacidade de transporte do Gasbol (gasoduto Bolívia-Brasil).

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.