Projeto da Usina Hidrelétrica Tele Pires, controlada pela Neoenergia e em parceria com o BNDES, promove o desenvolvimento econômico sustentável na região e beneficia mais de 4 mil habitantes.

Luciana Ramalhao
por
-
16-11-2021 13:51:00
em Usina e Agronegócio
Neoenergia, BNDES, projeto de desenvolvimento econômico e sustentável, Teles Pires Projeto da Usina hidrelétrica Tele Pires, controlada pela Neoenergia e em parceria com o BNDES

O projeto da Usina Hidrelétrica Teles Pires, iniciativa da Neoenergia e BNDES, será concluída com a doação do Centro Comunitário, onde serão realizadas capacitações técnicas para promoção da agricultura familiar pela Cooperativa e criação de espaço de lazer com oficinas de música e danças.

O projeto de revitalização do Assentamento São Pedro, iniciativa realizada pela Usina Hidrelétrica (UHE) Teles Pires – controlada pela Neoenergia – em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no Assentamento São Pedro, localizado em Paranaíta (MT), beneficiou mais de 4 mil habitantes na região.

Esta iniciativa visa contribuir com o desenvolvimento econômico e social da comunidade da Cooperativa Mista de Agricultores e Assentamento São Pedro. 

Dentre as ações do projeto de revitalização, destaca-se a entrega do Centro Comunitário, que inclui ambientes capazes de abrigar reuniões e cursos de capacitações, além de ser um espaço de lazer com oficinas de música e dança.

Leia também

Segundo o gerente de meio ambiente da Usina Hidrelétrica Teles Pires, o senhor Ivan Sobreira Neto, “A entrega do Centro Comunitário finaliza com muito sucesso o projeto e representa a conclusão de um trabalho através do qual a cooperativa promoverá a capacitação técnica dos assentados, para o desenvolvimento sustentável e a conservação ambiental através da agricultura familiar. Com isso, será possível contribuir na fixação da população no assentamento e a consequente diminuição do êxodo rural, fortalecendo a produção local”.

O assentamento acolhe cerca de 62% da população rural residente no município de Paranaíta – cerca de 775 famílias. Além da entrega do centro comunitário, o projeto contemplou ainda a organização do local, com a reordenação fundiária do assentamento, e a manutenção de vias de acesso para deslocamento e escoamento da produção. 

Ainda segundo o gerente de meio ambiente da Usina Hidrelétrica Teles Pires, o desenvolvimento econômico e sustentável integrado é previsto a partir da utilização dos recursos naturais existentes. Isso irá contribuir para a melhora na qualidade de vida e contribuir para a satisfação das famílias em permanecer na região, produzindo em suas propriedades, consolidando sua capacidade produtiva e fonte de renda permanente.

Conheça mais sobre a Neoenergia

A Neoenergia é uma companhia de capital aberto com ações (NEOE3) negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo. A empresa atua no mercado desde 1997 e está presente em 18 estados e no Distrito Federal. 

Além disso, desde janeiro de 2021, integra a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3 – Brasil, Bolsa, Balcão – que reúne companhias que possuem as melhores práticas de governança e sustentabilidade corporativa.  

Os negócios da companhia estão divididos nas áreas de geração, transmissão, distribuição e comercialização. As suas distribuidoras, Neoenergia Coelba (BA), Neoenergia Pernambuco (PE), Neoenergia Cosern (RN), Neoenergia Elektro (SP/MS) e Neoenergia Brasília (DF) atendem a mais de 15,6 milhões de clientes, o equivalente a uma população superior a 37 milhões de pessoas.

A Neoenergia possui 4 GW de capacidade instalada em geração, sendo 88% de energia renovável, e está implementando mais 1 GW com a construção de novos parques eólicos. Em transmissão, são 1,4 mil km de linhas em operação e 5,3 mil km em construção. 

Por meio do Instituto Neoenergia, fomenta o desenvolvimento sustentável a partir de ações socioambientais e, contribuindo assim para a melhoria da qualidade de vida de diversas comunidades e famílias por onde a empresa atua, sobretudo, ajudando pessoas mais vulneráveis, visando sempre pelo desenvolvimento sustentável. 

Por fim, dentre as iniciativas que ela apoia, a Neoenergia é a primeira empresa do país, com exclusividade, a apoiar a Seleção Brasileira de Futebol Feminino, dando nome à competição nacional, que passa a se chamar Brasileirão Feminino Neoenergia. 

Publicidade




Tags:
Luciana Ramalhao
Arquiteta e Urbanista e Mestre em Planejamento e Desenvolvimento Urbano Regional. Conhece inúmeros projetos distribuídos em quase 20 países pelos quais já visitou. Além da construção civil, atua como pesquisadora científica e copywriter. Atualmente mora no Canadá, onde está fazendo mais uma especialização.