Home > Sem categoria

Há esperança para o Comperj – Petrobras garante investimentos de US$ 4 bi e 7.500 empregos em 2020

Paulo Nogueira
por
-
16-12-2019 06:02:44
em Sem categoria
Comperj Itaboraí Rio Petrobras Empregos Comperj, representando a esperança de emprego e renda em Itaboraí

Itaboraí pode renascer como centro de geração de energia térmica, diz presidente da Petrobras que garantiu investimentos de US$ 4 bi e cerca de 7.500 empregos para 2020 no Comperj

Petrobras vai investir em plantas de geração térmica no Comperj, o Presidente da estatal anunciou acordo com a Equinor após descartar construção de refinaria no local, conforme anunciado por nós do Click Petróleo e Gás na última quinta-feira, 12 de dezembro.

De acordo com o presidente, “A CNPC não tinha interesse no projeto”. Ainda segundo o executivo, “seria contraditório a Petrobras estar vendendo suas refinarias e construir outra”. Ele acrescentou que estudos junto com a empresa chinesa CNPC mostraram que seria economicamente inviável a construção de uma refinaria no Comperj.

Mas nem tudo está perdido, vamos as boas notícias, Castello Branco afirmou que, no próximo ano, cerca de 7.500 empregos serão mantidos na região, por meio de um investimento de US$ 4 bilhões, cerca de R$ 16,36 bilhões em conversão direta, em obras no complexo com a construção da UPGN, que vai processar o gás natural, e os gasodutos. A declaração foi dada em um café com jornalistas, promovido pela estatal.

“A área de Itaboraí vai renascer como um grande centro de geração térmica”. Com essa frase o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, detalhou dois projetos que estão em andamento no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), em Itaboraí, em café com jornalistas.

Segundo ele, um projeto é a construção de plantas de geração de energia termelétrica com gás natural do pré-sal, que será feita em parceria com a Equinor.

“Existe um gasoduto que está sendo construído, a UPGN (Unidade de Produção de Gás Natural), (o Comperj) será um excelente local para construção de plantas térmicas”, acrescentou Castello Branco.

O presidente da estatal voltou a falar sobre a utilização do Comperj para produzir lubrificantes de 2ª geração utilizando dutos da Refinaria de Duque de Caxias (Reduc). A expectativa é de criação de vagas de emprego na região.

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.