Petrobras patrocina, de hoje (26) a 28/11, o maior encontro de hackers da América Latina; participantes concorrem a bolsas de estudo, viagens para o exterior e o ‘vencedor dos vencedores’ receberá mais R$ 30 mil!

Flavia Marinho
por
-
26-11-2021 08:35:02
em Petróleo, Óleo e Gás
hackers - tecnologia - petrobras - américa latina - vagas - emprego - rio - bolsas de estudo Marior evento hacker do mundo

A maior maratona de hackers da América Latina patrocinada pela Petrobras, abre muitas oportunidades de crescimento profissional. Candidatos de todo o Brasil podem participar!

A gigante do petróleo brasileiro Petrobras, informou em fato relevante ontem à noite, que patrocina de hoje (26) a 28/11, o maior encontro de hackers da América Latina, o Hacking.Rio. Na maratona tecnológica de 42 horas, os participantes devem propor soluções para desafios alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS), além de responderem a um desafio da NASA relacionado a crimes cibernéticos.

Leia também

De acordo com o comunicado, a competição será dividida em 17 clusters temáticos que podem incluir games, Internet das Coisas (IoT), Inteligência Artificial e Blockchain, entre outros. As equipes de “hackers do bem” contarão com o apoio de mentores e especialistas de empresas como a Petrobras para o desenvolvimento de soluções para os desafios lançados durante o evento.

“O uso de inovações tecnológicas cresce vertiginosamente no dia a dia das pessoas e das empresas e na Petrobras não é diferente. Temos a inovação como parceira de negócios e nada mais natural do que apoiarmos iniciativas que promovam o uso da tecnologia para propor soluções, como fazemos na empresa. Com integrantes do nosso corpo técnico atuando como mentores, colocamos nossa expertise a serviço da sociedade”, afirma a gerente de Patrocínios e Eventos, Alessandra Teixeira.

Assista abaixo às 15h, a live ao vivo de abertura, da maior maratona de hackers da América Latina!

No total, serão R$ 150 mil em premiação geral, doados pela Petrobras

A plataforma exclusiva desenvolvida para o evento online permitirá a troca de ideias dos hackers por meio de chats e vídeo chamadas. Os participantes, organizados em equipes de 3 a 5 pessoas, de diferentes perfis e áreas do conhecimento, devem apresentar um MVP (Mínimo Produto Viável).

Cada equipe vencedora de uma das 17 categorias do Hacking.Rio terá uma premiação de R$ 5 mil. Para a equipe vitoriosa do Desafio da NASA, o prêmio é de R$ 30. Depois, as 18 equipes vencedoras disputam a finalíssima do Hacking.Rio e o “vencedor dos vencedores” receberá mais R$ 30 mil. Também serão premiados com R$ 5 mil o Melhor Mentor, dando destaque à Melhor Instituição de Ensino, totalizando R$ 150 mil em premiação geral.

Além do dinheiro, outros benefícios de parceiros serão oferecidos aos vencedores como: programas de aceleração de startups, bolsas de estudos, produtos exclusivos e viagens ao exterior. Os vencedores das duas categorias, Junior e Master, serão divulgados pelo site e canal do Youtube do Hacking.Rio, no dia 30 de novembro.

Petrobras é uma das maiores investidoras em inovação aberta do Brasil e acredita no potencial da transformação digital

“Não somos um evento e sim um movimento em prol da educação e empreendedorismo digitais. Nosso propósito de promover hackathons simultâneos por todo Brasil é incentivar que mais pessoas queiram aprender a programar e mergulhem neste novo mundo digital. O Hacking.Rio já reuniu milhares de participantes e abriu muitas oportunidades de crescimento pessoal e profissional. Todos podem participar dessa rede de colaboração e fazer a diferença na sua comunidade”, avalia a CEO e fundadora do Hacking.Rio, Lindália Junqueira.

A Petrobras é uma das maiores investidoras em inovação aberta do país e acredita no potencial que a transformação digital e a inovação têm para promover mudanças. Patrocina eventos que estimulem a reflexão sobre o impacto das tecnologias na vida das pessoas e o desenvolvimento de soluções para a sociedade, como a Febrace (Feira Brasileira de Ciências), Campus Party, [email protected], Robocup (Competição Brasileira de Robótica) e maratonas hacker como o Hacktudo e Hackinghttps://hackingrio.com/.Rio.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe