Petrobras anuncia reajuste de 7% nos preços dos contratos de gás natural para distribuidoras, a partir de agosto

Roberta Souza
por
-
09-07-2021 15:01:30
em Economia, Negócios e Política
Petrobras – gás natural Gás natural/ Fonte: Hora News MT

A Petrobras diz que aumento do gás natural se deve as fórmulas negociadas nos contratos, que vinculam o preço a cotação do petróleo e à taxa de câmbio

A Petrobras divulgou na última terça-feira, que de acordo com os contratos em vigor, ajustará, a partir de 01/08/2021, os preços de venda de gás natural para as distribuidoras. A variação decorre da aplicação das fórmulas negociadas nos contratos de fornecimento, que vinculam o preço a cotação do petróleo e à taxa de câmbio. As atualizações dos preços dos contratos são trimestrais. Veja ainda: Alerj irá atuar com a Petrobras e o IBP para atração de novos investimentos no setor de óleo e gás, no Rio de Janeiro

O aumento sobre o gás natural

A Petrobras diz que a referência para esses ajustes sobre o gás natural é a cotação dos meses de abril, maio e junho. Durante esse período, o petróleo teve alta de 13%, seguindo a tendência de alta das commodities globais; e o Real teve valorização de cerca de 4% em relação ao Dólar, em consequência, o ajuste será de 7% em R$/m³.

A Petrobras esclarece que o preço final do gás natural ao consumidor não é determinado apenas pelo preço de venda da companhia, mas também pelas margens das distribuidoras (e, no caso do GNV, dos postos de revenda) e pelos tributos federais e estaduais. Além disso, o processo de aprovação das tarifas é realizado pelas agências reguladoras estaduais, conforme legislação e regulação específicas.

Além do gás natural, Petrobras aumenta ainda mais os preços dos combustíveis

Mesmo com o preço da gasolina, diesel e do gás de cozinha disparado, a petroleira brasileira Petrobras decidiu aumentar a partir desta terça (6), em 10,2 centavos, o diesel, que passou a custar R$ 2,81, representando um aumento médio de 3,8% por litro. O preço do combustível mais utilizado no país, estava congelado desde 1º de maio, há 66 dias.

A gasolina entregue às distribuidoras e e o gás de cozinha (GLP) também sofreram aumentos, afetando ainda mais o bolso dos consumidores domésticos. Desde 2019, não há mais diferenciação de preços do GLP.

Leia ainda: Bacia de Santos – Plataforma P-76 da Petrobras torna-se a segunda a exportar gás natural do campo de Búzios para o continente

Em comunicado divulgado ao mercado na última quarta-feira (07/07), a Petrobras informou que a P-76 se tornou, no mês de junho, a segunda plataforma do campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos, a exportar gás natural para o continente. A operação foi possível após a interligação da plataforma ao gasoduto conhecido como Rota 2, que escoa a produção para o Terminal de Cabiúnas.

A possibilidade da Petrobras de exportar o gás natural do campo de Búzios, na Bacia de Santos, contribui para o aproveitamento do potencial dos campos, trazendo flexibilidade para uma melhor gestão do reservatório e aumento da geração de valor.

Atualmente, o gás natural produzido na Bacia de Santos é transportado pelas rotas 1 e 2 que, somadas, têm capacidade de escoamento de 26 a 30 milhões de m³ por dia. A Rota 3, da Petrobras, ainda em fase de implantação, permitirá o escoamento de mais de 18 milhões m³/d de gás até as unidades de processamento de gás em terra.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos