Para competir com o mercado de energia renovável, ArcelorMittal produzirá aço carbono neutro

Valdemar Medeiros
por
-
19-04-2021 15:42:57
em Indústria e Construção Civil
ArcellorMittal - Aço - energia renovável Fabrica da ArcellorMittal – Fonte: Indústria do Aço

A produtora de aço ArcelorMittal irá fabricar, com o uso da energia renovável, o aço carbono neutro XCarb com o objetivo de diminuir a emissão de CO2.

Segundo um estudo da ArcelorMittal, a cada MW de energia solar, são necessárias 35 a 45 toneladas de aço. Já no caso da energia eólica, requer-se aproximadamente de 120 a 180 toneladas de aço, ou seja, essas energias renováveis tem uma grande demanda de aço e metal. O estudo afirma também que as duas energias juntas deverão dobrar suas capacidades nos próximos cinco anos. Somente este ano, as energias renováveis irão alcançar uma expansão recorde, com um aumento de 10% em relação ao ano passado, segundo a Agência Internacional de energia (IEA em inglês).

Leia também

Em um comunicado recente, a produtora de aço ArcelorMittal comentou sobre o começo da fabricação do aço carbono neutro, conhecido como XCarb, para atender clientes que estão em processo de mudança para o baixo uso do carbono, sendo destacada a energia renovável.

Palavras da companhia

De acordo com a ArcelorMittal, o processo de baixo uso do carbono irá demandar muito mais metal do que o normal. O aço carbono neutro será feito de materiais reciclados, utilizando energia renovável, resultando uma pegada menor de carbono, reduzindo até uma tonelada para 300kg de CO2.

Segundo explicação do analista de Meio Ambiente da ArcelorMittal, Leonardo Ribeiro, durante webinar sobre Economia Circular, o aço é e tem um grande potencial para ser reciclado infinitas vezes, girando em torno de 85% a 90%, dependendo do uso do material.

Práticas de economia circular com energia renovável

Especialistas falam sobre a evolução da empresa

As indústrias siderúrgicas são umas das maiores emissoras de CO2. A ArcellorMittal está aderindo práticas de economia circular para cumprir a neutralidade em carbono, prevista até 2050.

Substituir o carvão fóssil nos fornos por biocarvão, feito a partir de energia renovável, é uma das práticas da AcelorMittal, sendo assim, o CO2 emitido será convertido em bioetanol, usado para a fabricação de produtos químicos de baixo carbono. Também para reduzir o uso de carvão, outra prática envolve a captura de gases residuais que são ricos em hidrogênio para ser injetados nos altos-fornos de fabricação do aço.

O XCarb foi projetado para reunir todos os produtos de baixo e zero carbono da ArcelorMittal e atividades de fabricação de aço, bem como iniciativas mais amplas e projetos de inovação verde, em um único esforço focado em alcançar um progresso demonstrável em direção ao aço carbono neutro.

Os certificados veres de aço da empresa

A eficiência na produção com o uso de energia renovável, irá ser repassada aos clientes em forma de certificados verdes. As reduções das emissões de carbono serão contabilizadas e verificadas, de maneira independente, e, logo após, serão convertidas em certificados verdes de aço.

A empresa tem como expectativa ter 600 mil toneladas, até o final de 2022, equivalentes aos certificados verdes de aço. Segundo o CEO da ArcelorMittal, Aditya Mittal, no lançamento do XCarb, a empresa desempenha um papel importante, com a energia renovável, para contribuir com que a sociedade atinja os objetivos do Acordo de Paris e está determinada a ser a líder na mudança para o aço neutro em CO2.

“O XCarb serve como evidência demonstrável de nossa determinação e compromisso acelerado para alcançar a neutralidade de carbono até 2050. Continuaremos a impulsionar a inovação para atender às nossas metas de descarbonização e estamos comprometidos em liderar a transição da indústria para o aço neutro em carbono. Temos a escala, os recursos, a capacidade tecnológica e a ambição necessárias para causar um impacto significativo.”

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.