Nova fábrica de locomotivas será construída em Macaé por multinacional belga. Obras vão gerar 100 empregos na região

Roberta Souza
por
-
22-09-2021 11:21:26
em Indústria e Construção Civil
Fábrica – Macaé – empregos Fábrica da John Cockerill/ Fonte: Engenharia Compartilhada

A tradicional fabricante de locomotivas de manobra decidiu instalar uma fábrica de construção e montagem em Macaé, no Rio de Janeiro

A multinacional belga John Cockerill decidiu instalar sua nova fábrica de manobra de locomotivas no Brasil, na cidade de Macaé, 200 km ao norte do estado do Rio de Janeiro. A nova fábrica entraria em operação no primeiro trimestre de 2022. A expectativa é de geração de 100 empregos diretos em Macaé. A John Cockerill recebeu um grande pedido de 12 locomotivas de manobra elétrica a diesel de 700 HP para uma grande empresa siderúrgica no Brasil. Leia também: R$ 132 milhões serão investidos para a construção de nova fábrica, em Minas Gerais

A instalação da nova fábrica de locomotivas em Macaé

A John Cockerill recebeu um grande pedido de 12 locomotivas de manobra elétrica a diesel de 700 HP para uma grande empresa siderúrgica no Brasil. Aproveitando este pedido, John Cockerill decidiu instalar a nova fábrica em Macaé, no estado do Rio de Janeiro, com o objetivo de fornecer locomotivas de uso industrial especializado para o mercado brasileiro e para o mercado mundial de exportação.

Conforme foi divulgado pelo site Revista Ferroviária, a fabricação das 12 locomotivas de manobra que John Cockerill tem em seu portfólio será feita quase que integralmente com insumos de origem brasileira já na nova fábrica na cidade de Macaé, no estado do Rio de Janeiro. Apenas a tecnologia básica e alguns componentes serão importados da Bélgica.

Executivos da multinacional se encontraram com o prefeito de Macaé

Em maio deste ano, o prefeito de Macaé, Welberth Rezende (Cidadania) esteve reunido com representantes da empresa Belga, que tem base instalada no município, a John Cockerill. O objetivo do encontro foi apresentar o projeto da instalação de uma fábrica de locomotivas e, ainda, a viabilidade da operação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

Welberth Rezende destacou a importância das parcerias com o foco no crescimento e desenvolvimento do município. “Tivemos grandes avanços nesses cinco meses, com projetos licenciados para que novas empresas possam se instalar em nossa cidade gerando empregos. Podemos destacar também o processo de instalação do Terminal Portuário (Tepor) e investimentos no Aeroporto de Macaé, possibilitando uma maior infraestrutura’, pontuou.

Na oportunidade, o gerente da Divisão Oil & Gás, Marcelo Amado, junto com o CEO da empresa John Cockerill no Brasil, Jean-Noël OTT, fizeram uma breve apresentação das principais atividades da empresa. “A John Cockerill atua nas áreas de Energia, Defesa, Ambiental, Serviços, Transportes, entre outras. A ideia é termos uma fábrica de locomotivas funcionando em nossa base em Macaé, que posteriormente poderemos exportar o nosso produto para outros países”, explicou.

Confira também esta notícia: Fábrica da Toyota no estado de São Paulo abrirá 450 novos empregos com retomada de 3º turno

A Toyota anunciou no dia 02/09 que vai reabrir um terceiro turno de trabalho na fábrica de Sorocaba, no interior do estado de São Paulo, a partir de janeiro. A montadora japonesa, pouco afetada pela crise dos semicondutores, irá operar em jornada de 24 horas, a empresa contratará 450 funcionários a partir deste mês. Mais 50 empregos serão gerados em outras unidades do grupo e 350 na cadeia de fornecedores da região. 

Como citados em outra oportunidade, em entrevista ao Jornal Cruzeiro do Sul, a Toyota Brasil informou no dia 6 de julho, que já estava estudando a possibilidade de retomar com o 3º turno na fábrica em Sorocaba, no interior do estado de São Paulo, a partir do ano que vem. A empresa na época ainda não havia confirmado os possíveis novos empregos a serem gerados na fábrica, porém as especulações a estimavam que 400 empregos seriam criados.

A Toyota Brasil dizia que a empresa tem avaliado constantemente os diversos cenários internos e de mercado para garantir a sustentabilidade de suas operações no País. E por isso, confirma que está dialogando com sindicato para analisar a viabilidade do terceiro turno na fábrica de Sorocaba a partir de 2022. O número de possíveis novas vagas de emprego ainda não está confirmado.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe