Navios de grande porte se tornam solução para suprir a falta de graneleiros, devido as crescentes exportações de grãos e minério de ferro do Brasil

Flavia Marinho
por
-
24-03-2021 14:01:50
em Indústria Naval, Portos e Estaleiros
navios - graneleiro - cargueiro - Capesize - importação - exportação Navio graneleiro atracado no porto – Fonte: Reprodução Google

Novos pedidos para graneleiros representam 6,8% da tonelagem de porte bruto da frota total, da multinacional Genco que possui 41 navios

Devido a forte demanda para transportar commodities causa deslocamentos na oferta de navios graneleiros no Brasil, e a solução para os embarques de madeira e grãos têm sido carregados em um tipo de navio maior normalmente usados para transportar carvão e minério de ferro. Mais campos de petróleo offshore foram colocados à venda pela Petrobras na Bacia de Campos – RJ, neste dia (23/03)

Leia também

Navios cargueiros Capesize serão utilizados neste mês ou no próximo para transportar madeira do Uruguai e grãos do Brasil, dizem os dados de embarque da S&P Global Platts.

Esses navios de grande porte são normalmente usados para transportar carvão e minério de ferro, já a madeira normalmente é transportada em embarcações menores, segundo o diretor-presidente da Genco Shipping & Trading, John Wobensmith.

“Isso apenas mostra o quão apertado está o mercado de granéis sólidos em geral, que deve ficar ainda apertado”, disse Wobensmith em entrevista na quinta-feira. As elevadas taxas de frete “não são algo apenas para os próximos três meses”, disse o executivo, segundo o qual a tendência deve persistir ao longo de 2022 por causa da menor disponibilidade de navios.

As taxas de frete de navios Capesize estão custando neste ano de 2021, cerca de US$ 18 mil a diária, o que corresponde um aumento de quase 40% em relação à média em 2020, disse Wobensmith.

Taxas de frete de navios devem subir ainda mais em 2021 devido o aumento da importação e exportação no Brasil

E não par apor aí, as tarifas devem subir ainda mais, em recorrência do aumento da importação de carvão da Índia e do Vietnã e pelas crescentes exportações de grãos e minério de ferro do Brasil.

Rm tempos normais, cargas de nicho, como madeira, tendem a ser entregues em navios menores, como o Panamax, que tem o tamanho máximo permitido para o Canal do Panamá. Mas os custos desses navios subiram tanto que agora superam as taxas dos Capesizes.

Novos pedidos para graneleiros representam 6,8% da tonelagem de porte bruto da frota total, da multinacional Genco que possui 41 navios, de acordo com o site da companhia.

Há relutância em comprar novos navios devido às mudanças nas regulamentações ambientais e à incerteza sobre o cenário com o combustível limpo dominante, disse Wobensmith. A Genco acredita que a amônia será usada pela indústria no futuro, acrescentou.

Fornecimento de navios graneleiros sólidos já estava sob pressão,por causa das restrições da Covid-19

Segundo Gerry Craggs, diretor-gerente da Stemcor S.E.A, o fornecimento de navios graneleiros sólidos já estava sob pressão, pois as restrições da Covid-19 relacionadas a trabalhadores marítimos e portuários desaceleraram as entregas de cargas. O estímulo dos governos para recuperar as economias abaladas pela Covid-19 também impulsiona a demanda por matérias-primas, disse.

“Estamos na fase de estímulos fiscais praticamente no mundo todo”, disse Craggs em entrevista na sexta-feira. “A demanda tem aumentado por praticamente tudo, e vemos esse efeito no setor de aço e em commodities.”

Granéis sólidos começaram 2021 com o pé direito, disse Lee Klaskow, analista da Bloomberg Intelligence, em relatório na semana passada. “A China e a esperada recuperação econômica global estabeleceram um dos começos de trimestre mais fortes para a demanda por granéis sólidos em uma década.”

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe