Ministério da Infraestrutura publicou ontem (8), os editais para leilão de 2 terminais no Porto de Santos

Flavia Marinho
por
-
09-05-2020 08:23:36
em Economia, Negócios e Política
Ministério da Infraestrutura publicou, ontem (8), os editais para leilão de 2 terminais no Porto de Santos Ministério da Infraestrutura publicou, ontem (8), os editais para leilão de 2 terminais no Porto de Santos

De acordo com o MME, os terminais no Porto de Santos receberão investimentos de R$ 420 milhões e devem ser leiloados em agosto deste ano

O programa de concessões do Governo do Brasil não parou! Os editais dos leilões de terminais de celulose no Porto de Santos (SP): STS14 e STS14A, foram publicados ontem (08) pelo Ministério da Infraestrutura – MME. Além destes, outros 15 terminais portuários serão leiloados este ano pelo Governo.

Leia também

Os contratos devem gerar investimentos privados de 420 milhões‬ de reais no Porto de Santos. O contrato de concessão terá duração de 25 anos e a previsão é que os ativos sejam leiloados em 28 de agosto.

Este é o 1º grande marco para a implementação de uma nova lógica de otimização do uso das áreas. O Porto de Santos também contará com ampliação dos acessos ferroviários, já que o transporte da celulose nesses terminais será 100% sobre trilhos‬.

Com a concessão das áreas portuárias do Santos Porto Authority, o Brasil só tem a ganhar! O Porto de Santos já é um dos maiores produtores de celulose do mundo terá a capacidade de movimentação de carga ampliada para 5 milhões de toneladas ao ano. A celulose é o produto com maior taxa de crescimento anual!

“A publicação dos editais é o primeiro grande marco para a implementação de uma nova lógica de otimização do uso de áreas no Porto de Santos. A nova estratégia do Porto é a clusterização das operações, com ganhos de escalas pela concentração de operações de mesma vocação em áreas específicas do porto”, avalia o secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, Diogo Piloni.

Além disso, ele sustenta que, com as melhorias estruturais previstas nos acessos ferroviários que serão implementados, haverá maior integração com as linhas dos concessionários ferroviários que se conectam ao porto, que têm sido objeto de investimentos bilionários. “O transporte da celulose nesses terminais será 100% sobre trilhos”, ressalta.

TERMINAIS – O terminal STS14, que tem área de 44,5 metros quadrados, será atendido por dois berços localizados no cais público do Macuco, com extensão total de cerca de 1.000 metros. O futuro arrendatário deverá realizar investimentos, como construção de novo armazém e aquisição de pontes rolantes para propiciar o descarregamento ferroviário de uma composição de 67 vagões com 88 toneladas cada, em, no máximo, 8,5 horas, por exemplo.

Já o vencedor do terminal STS14A, com área de 45,1 metros quadrados, além de construir um novo armazém e realizar investimentos que permitam o mesmo descarregamento ferroviário do outro terminal, também deverá custear equipamentos que possibilitem remessa de embarque, do armazém para o cais, de, no mínimo, 25 mil toneladas por dia.

CELULOSE – O Brasil é um dos maiores produtores de celulose do mundo, sendo esse o produto com maior taxa de crescimento anual no Porto de Santos. Após os investimentos nos terminais, a movimentação desse tipo de carga deve saltar para cinco milhões de toneladas por ano.

Confira abaixo os editais dos leilões do Porto de Santos

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe