Marinha alerta formação de ciclone entre o Norte do Rio de Janeiro e o Sul do Espírito Santo

Flavia Marinho
por
-
22-01-2020 14:31:35
em Petróleo, Óleo e Gás
Marinha alerta formação de ciclone entre o Norte do Rio de Janeiro e o Sul do Espírito Santo Marinha alerta formação de ciclone entre o Norte do Rio de Janeiro e o Sul do Espírito Santo

Marinha informa que área de formação do ciclone será em alto-mar, entre o Norte do Rio de Janeiro e o Sul do Espírito Santo, com deslocamento inicialmente para Sul

Nesta tarde de terca-feira a  Marinha do Brasil, emitiu um alerta sobre a previsão de formação de um ciclone entre o RJ e ES com possíveis características subtropicais, a partir de amanhã, quinta-feira, 23, quando poderá ser classificado como Depressão Subtropical. Agora é lei! Pelo menos 3500 vagas de emprego para o Comperj terão que ser feitas entre moradores da região

Leia também

A formação do ciclone está associada ao estabelecimento de uma zona de convergência sobre uma região em que a temperatura da superfície do mar está sendo observada entre 26ºC e 27ºC.

A Marinha do Brasil reforça que, caso a intensidade dos ventos alcance ou supere 63 quilômetros por hora, será reclassificado como Tempestade Subtropical “Kurumí”, expressão em tupi-guaraní que significa “menino”.

A provável área de formação do ciclone subtropical será em alto-mar, entre o Norte do estado do Rio de Janeiro e o Sul do estado do Espírito Santo, com deslocamento inicialmente para Sul, afetando as condições de tempo e mar entre os estados de Santa Catarina e Bahia, a partir do dia 23 pela manhã.

São esperados ventos com direção de Nordeste a Norte e intensidade de até 87 km/h (47 nós) em alto-mar, entre o estado do Rio de Janeiro, ao Norte de Arraial do Cabo (RJ) e o estado da Bahia, ao Sul de Caravelas (BA), entre o dia 23 pela manhã e o dia 25.

Também são esperados ventos com direção de Nordeste a Norte e intensidade de até 61 km/h (33 nós) em alto-mar, no estado da Bahia, entre as cidades de Caravelas (BA) e Ilhéus (BA), entre o dia 23 pela manhã e o dia 25.

Os ventos poderão ocasionar agitação marítima resultando em ondas de direção de Sudeste a Leste e altura entre 3,0 e 4,0 metros em alto-mar, entre o estado de Santa Catarina, ao Norte de Laguna (SC) e o estado do Rio de Janeiro, ao Sul de Arraial do Cabo (RJ), entre o dia 23 pela manhã e o dia 25.

As petroleiras atuantes nas áreas de risco estão atentas afim de manter em segurança sua tripulação. Uma delas é a Shell que emitiu a seguinte  nota ao Petronotícias: “As unidades operacionais offshore da Shell Brasil (FPSO Espírito Santo e FPSO Fluminense) estão cientes deste prognóstico e preparadas para estas condições climáticas adversas. Nestas condições, as atividades a bordo são constantemente avaliadas, sempre priorizando a segurança da tripulação e do meio ambiente”.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.