Investimentos no mercado de energia eólica offshore geram perspectivas de novas vagas de emprego para o Brasil

Valdemar Medeiros
por
-
18-03-2021 10:35:26
em Energia Renovável
Eólica offshore - investimentos - empregabilidade Torres de energia eólica offshore – Fonte: Reprodução Google

Aumento no número de investimentos no mercado de energia eólica offshore gera perspectiva de vagas de emprego

Cerca de 80% do consumo energético do Nordeste e mais de 10% da energia total do Brasil, correspondem a energia eólica e possivelmente novos investimento na eólica offshore deve chegar e gerar perspectiva de novas vagas de emprego. Investimentos na implantação de geradores de energia eólica offshore irá elevar essa participação. A tecnologia é muito utilizada na Inglaterra e na Noruega e a costa brasileira tem condições climática mais favoráveis para investimentos do que nos países do Norte.

Leia também

Segundo a Fitch Solutions, os investimentos em projetos de energia eólica offshore em mercados novos e emergentes farão com que, no próximo ano, a energia eólica offshore ganhe uma parte maior do mercado total de energia eólica globalmente.

Atualmente, existem mais de 66 GW de investimentos em energia eólica offshore em pré-construção ou construção de quase 162GW de projetos de energia eólica nessas fases, e a maioria deles está na região da Europa Ocidental. Porém, países fora desta região ajudarão a impulsionar o crescimento, a partir deste ano, sendo os Estados Unidos (9,1 GW), Taiwan (5 GW), Coréia do Sul (3,4 GW) e a região nordeste do Brasil são os mais significativos nesse contexto.

Novas vagas de emprego e investimentos no mercado de energia eólica offshore

Segunda fonte de energia elétrica, do Brasil, atrás da hidrelétrica, a energia eólica, representa uma parte significativa de vagas de emprego no Brasil, que continua entre as 10 mais utilizadoras de energia eólica no mundo.

O Brasil é o segundo país que mais gera empregabilidade em energias renováveis. Em 2019, 1.158 milhões de pessoas estavam trabalhando em alguma energia renovável.

No grupo dos maiores geradores de empregabilidade, apenas os Estados unidos perderam vagas: a cada 100.000 vagas foram perdidas entre 2018 e 2019, já o Brasil somou cerca de 30.000 no mesmo período. Com isso, o Brasil, passa a se encaixar entre os maiores geradores de empregabilidade no setor, atrás da China, com 2,2 milhões de empregados.

Mercado de energia eólica offshore alavanca em 2021

 Uma vez que os projetos que foram adiados em 2020 serão acelerados neste ano, o relatório global prevê um aumento no crescimento da capacidade de geração distribuída de energia eólica offshore este ano, especialmente aqueles com prazos de operação comercial apertados.

O Brasil tem sido cenário de investimentos, acionistas de outros países já estão de olhos nas aguas e ventos brasileiros para aplicarem o novo mercado de energia eólica offshore.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.