Halliburton registra perda de US$ 1,7 bilhão no segundo trimestre

Roberta Souza
por
-
21-07-2020 08:05:03
em Petróleo, Óleo e Gás
Halliburton registra perda de US$ 1,7 bilhão no segundo trimestre A gigante prestadora de serviços de campos petrolíferos, a Halliburton registra perda de US$ 1,7 bi no 2° trimestre, ante aos US$ 5,9 bi registrados no mesmo período do ano passado

A gigante prestadora de serviços de campos petrolíferos, a Halliburton registra perda de US$ 1,7 bi no 2° trimestre, ante aos US$ 5,9 bi registrados no mesmo período do ano passado

A Halliburton divulgou ontem a receita de US$ 3,2 bilhões durante o segundo trimestre, uma queda de 46% em comparação com os US$ 5,9 bilhões no mesmo período do ano passado. A perda de US$ 1,7 bilhão da empresa foi uma diferença do lucro de US$ 75 milhões durante o segundo trimestre de 2019. Se observarmos a perda por ação, a perda de US$ 1,91 está longe dos ganhos de 9 centavos por ação.

Veja ainda outras notícias:

O lucro líquido ajustado para o segundo trimestre de 2020, excluindo prejuízos e outros encargos, foi de US$ 46 milhões, ou US$ 0,05 por ação diluída. A Halliburton afirmou que a perda no segundo trimestre se deveu à redução do valor de US$ 2,1 bilhões dos ativos da empresa.

Deve-se dizer que, durante o primeiro trimestre, a Halliburton também teve que anotar US$ 1,1 bilhões em ativos. Esta é também a terceira vez consecutiva que a Halliburton registrou uma perda de bilhões. O primeiro trimestre de 2020 registrou uma perda de US$ 1 bilhão, enquanto o quarto trimestre de 2019 registrou uma perda de US$ 1,7 bilhão.

Menos as reduções e outros encargos, a Halliburton reportou ter ganho US$ 456 milhões em fluxo de caixa livre, um aumento em relação aos US$ 12 milhões registrados no primeiro trimestre. A empresa também tem US$ 1,8 bilhão em dinheiro na mão.

Jeff Miller, presidente e CEO da Halliburton, declarou: “O desempenho da Halliburton no segundo trimestre em um mercado difícil mostra que podemos executar de forma rápida e agressiva para fornecer resultados financeiros sólidos e fluxo de caixa livre, apesar de uma queda acentuada na atividade global. A receita total da empresa foi de US$ 3,2 bilhões e a receita operacional ajustada foi de US$ 236 milhões. Apesar dos ventos contrários do mercado, o desempenho da margem de nossas divisões de Conclusão, Produção, Perfuração, Avaliação e os US$ 456 milhões em fluxo de caixa livre positivo gerado neste trimestre mostram a velocidade e a eficácia de nossas ações de custo agressivas.

A Halliburton está traçando um caminho fundamentalmente diferente. As ações estratégicas que estamos adotando aumentarão ainda mais nosso poder de ganhos e capacidade de gerar fluxo de caixa livre à medida que investimos e obteremos recuperação”.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe